Saúde e bem-estar

1
Entenda a relação da natureza com a sua saúde
2
Janeiro Branco: cuidados com a saúde mental
3
Crenças que podem te impedir de rir mais para a vida
4
18 de janeiro: Dia do Riso
5
A importância da saúde e do bem-estar no ambiente corporativo
6
O medo pode estar paralisando a sua vida
7
Como lidar com a RAIVA
8
Você anda triste e desanimado?
9
Mindfulness: um aliado na gestão das emoções
10
Gestão das emoções: o que é?

Entenda a relação da natureza com a sua saúde

Você conhece os benefícios do contato com a natureza para a nossa saúde?

Recentemente fiz uma enquete nas minhas redes sociais perguntando se as pessoas conheciam os benefícios do contato com a natureza para a saúde e a maioria das pessoas respondeu que não.

Nos últimos anos, diversas pesquisas demonstraram como o contato com a natureza pode afetar positivamente a saúde mental e física das pessoas. Na contramão dessas pesquisas, dados mostram que mais da metade da população global vive em áreas urbanas e em alguns países, esse número chega a 80% dos moradores. E isso se tornou ainda mais difícil com a chegada da pandemia e do isolamento social.

É fato que está cada vez mais difícil ficar próximo da natureza, já que nas cidades grandes existem mais oportunidades de trabalho e de recursos financeiros. Porém, mesmo na correria do dia-a-dia é importante  aproximar mais do verde, realizar atividades ao ar livre e apreciar o que é belo ao nosso redor. Essa conexão traz inúmeros benefícios para a nossa saúde.

Benefícios para saúde mental

Leia Mais

Janeiro Branco: cuidados com a saúde mental

Você já conhece a campanha “Janeiro Branco”? Cada vez mais ouvimos sobre a importância de cuidar da saúde mental e nesse contexto da pandemia isso se tornou ainda mais sério.

No ano de 2014 foi criada a campanha “Janeiro Branco”, voltada principalmente na construção de uma cultura de saúde mental na sociedade. O seu objetivo é chamar a atenção da humanidade para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas e das instituições humanas.

O mês de janeiro é tradicionalmente um mês de recomeços, de mudanças e um momento de traçar metas e planejar o ano que está começando. É um momento no qual estamos mais propensos a pensar nos nossos erros e acertos, nas nossas relações sociais, nas emoções, na vida e no nosso sentido de existir. Para muitos esse é um momento positivo, de renovação da esperança e da energia, porém para algumas pessoas esse pode ser um período ainda mais difícil.  Então, esse é um momento bem propício para cuidar da sua saúde mental, de incluir ações com esse intuito no seu planejamento.

Apesar de já estarmos nos últimos dias de janeiro, acredito que, devido à importância desse tema, deve ser abordado e trabalhado durante todo o ano. Afinal, quem cuida da mente, cuida da vida. Leia Mais

Crenças que podem te impedir de rir mais para a vida

Para muitos, rir é um gesto simples, que qualquer pessoa pode fazer a qualquer momento. Mas você sabia que não é bem assim que as coisas funcionam? Muitas pessoas têm dificuldade em expressar seu riso e seus sentimentos de alegria.

Isso pode acontecer simplesmente por causa de crenças limitantes. Crenças que podem surgir de uma questão cultural, da criação da família, de algum trauma ou inibição e impedir a pessoa de rir.

Verifique abaixo algumas crenças que podem te impedir de sorrir e rir mais para a vida:

  • Acreditar que rir é coisa de criança ou de pessoas que não possuem maturidade ( o famoso “bobo alegre”);
  • Acreditar que para demonstrar seriedade e impor respeito não se pode rir, pois  são coisas contrárias e não podem andar juntas;
  • Acreditar que sorrir ou rir para as pessoas indica algum interesse ou mostra que você está disponível;
  • Acreditar que o riso e o sorriso não combinam com determinada posição hierárquica;
  • Acreditar que, para rir, precisa ouvir uma piada, assistir algum programa de humor ou comédia.

Pois saiba que isso é sério e essas crenças podem – e precisam – ser desconstruídas e ressignificadas.

A sabedoria popular confirma que rir é o melhor remédio. E na Meus Miolos a gente pode te ajudar por meio de diversas técnicas, como a Yoga do Riso, uma ferramenta poderosa que possibilita rir, mesmo sem motivo, e a terapia para fazer do sorriso e do riso uma prática constante em sua vida.

E assim será possível quebrar crenças e aprender diversos exercícios que vão te ajudar na socialização e na desinibição, além de gerar benefícios diversos nos âmbitos da saúde física e mental, nos relacionamentos pessoais e profissionais e a lidar com resiliência nos momentos de adversidade. Vale a pena conhecer um pouco mais e fazer desta uma prática para o seu cotidiano e para a vida.

Tem dificuldade de rir ou conhece alguém assim? Então, compartilhe o post e risadas!

18 de janeiro: Dia do Riso

Quando você encontra no seu interior o sorriso que brota na alma, você estará pronto para verdadeiramente rir para a vida e para tudo que se apresentar diante de você.

As risadas ou gargalhadas geram diversos benefícios para a saúde física, mental, emocional e para a vida pessoal, social e profissional. Podemos citar, por exemplo, o aumento do autoconhecimento, da autoestima, da motivação, do bom humor, da criatividade, da resiliência e da capacidade de tomar decisões. O riso é poderoso por esses benefícios e, como aumenta a oxigenação do cérebro e do corpo, torna as pessoas mais alertas, focadas, produtivas, aumentando a eficiência em qualquer trabalho que for realizado.

Estamos condicionados a nos comportar de maneira mais rígida e séria, deixando de lado os sorrisos, as risadas e o bom-humor, como se isso fosse irrelevante. Que tal começar a sorrir, rir, melhorar o humor e contagiar o ambiente?

Além do riso ser contagiante, quando rimos com alguém ativamos os nossos neurônios espelho, isto é, são neurônios especiais que disparam um estímulo e refletem ou imitam as ações que estamos observando em outras pessoas; estão relacionados a comportamentos empáticos. Além disso, o riso junto com outras pessoas cria uma conexão maior, é mais prazeroso e torna os relacionamentos mais verdadeiros. Leia Mais

A importância da saúde e do bem-estar no ambiente corporativo

O mercado de trabalho exige cada vez mais dos trabalhadores, colocando as pessoas em situações extremas em que é preciso respirar fundo para que a saúde mental não seja prejudicada.

Independentemente do campo de atuação de um profissional, as empresas precisam oferecer um ambiente de trabalho em que se possa realizar as tarefas de maneira produtiva e eficiente, com um clima organizacional satisfatório. 

A busca pela qualidade de vida também está dentro dos escritórios, estabelecimentos comerciais e outros espaços produtivos que precisam estar à disposição da população. São serviços essenciais que atendem às pessoas e fazem a roda da economia girar.

Essa evolução natural do ser humano culminou no que a população vive hoje em cidades com constante desenvolvimento e grandes centros urbanos. Por isso, o cuidado com a saúde e bem-estar dos trabalhadores é tão importante e deve ser levada em consideração a todo instante. Leia Mais

O medo pode estar paralisando a sua vida

Faça as pazes com seu maior rival: O MEDO!

Nem vilão, nem mocinho, o medo é necessário para que a gente tome precauções com os obstáculos em nossa caminhada. Porém, não podemos ser dominados pelo medo, a ponto de bloquear as nossas ações e impedir a conquista de nossos sonhos.

Por medo de não dar certo, do julgamento dos outros, da rejeição, do fracasso, de perder deixamos de enfrentá-los, de seguir em direção aos nossos objetivos e de crescer. Leia Mais

Como lidar com a RAIVA

A Raiva é o sentimento de fúria intensa que pode manifestar-se através de agressividade física ou verbal. Acesso de fúria; cólera, ira. (Dicionário Priberam). Ela é uma das emoções básicas e é algo totalmente normal de sentir, o que muda de pessoa para pessoa é a forma de lidar e expressar essa emoção.

Embora a raiva geralmente seja uma emoção interpretada de forma negativa, também pode ser positiva. Devido à grande intensidade, no entanto, as pessoas possuem dificuldade de controlá-la. Na verdade, poucos sabem que isso é possível!

As pessoas costumam expressar a raiva por meio de gritos, xingamentos, brigas físicas e comentários ofensivos. Mas é possível expressá-la de forma boa, saudável para o corpo e para a mente.

Você possui dificuldades de lidar com momentos de intensa raiva ou conhece alguém mais intimamente?

Então, conheça essas 2 técnicas apresentadas abaixo para lidar com momentos de intensa raiva e comece a praticar agora mesmo: Leia Mais

Você anda triste e desanimado?

É muito comum nos sentirmos angustiados, tristes e desanimados, até mesmo confusos ou com raiva com essa situação em que estamos vivendo. E ninguém precisa se sentir culpado por estar assim.

O fato de aceitar-se e permitir-se ser humano é primordial. Não há por que se obrigar estar bem e feliz o tempo inteiro. É natural em um momento ou outro experimentar essas emoções negativas, sobretudo diante da situação vivida no momento. O importante é não deixar com que elas permaneçam e nem dominem.

O que precisa ser feito é estimular as emoções positivas, que servem como antídotos para as negativas, ajudando a limpar e desintoxicar a negatividade.

É conveniente observar os próprios sentimentos e reações diante do acontecimento para que haja maior clareza sobre esse processo de luto e os recursos internos para o enfrentamento. Nesse tipo de situação, buscar apoio, encontrar e conversar com pessoas nas quais se pode confiar e se abrir para sentir-se emocionalmente seguro são de extrema importância.

Além disso, é válido ter em mente que, quando se sentir dominado por emoções negativas e sem ação ou forças para realizar mudança, busque ajuda profissional médica ou terapêutica.

Por isso, hoje trouxemos algumas dicas de como se sentir bem, apesar das circunstâncias vividas nesse momento tão conturbado.

Então, como lidar com a tristeza e o desânimo? Leia Mais

Mindfulness: um aliado na gestão das emoções

O que é?

Mindfulness é um estado mental de consciência plena, com foco no que é relevante no momento presente. Essa observação compreende a atenção plena em fatores externos ou internos (emoções, pensamentos e sensações físicas). Através das práticas formais e informais do Mindfulness as pessoas conseguem focar e prestar mais atenção no momento presente.

O Mindfulness surgiu em 1979, na Universidade de Massachusetts,  nos Estados Unidos. O conceito foi criado com base em estudos do professor Jon Kabat-Zinn. Ele desenvolveu um programa de oito semanas, conhecido como MBSR – Mindfulness Based Stress Reduction, com o intuito de promover mais qualidade de vida e bem-estar para um grupo de pacientes que não estava respondendo bem à medicação. Após esse período, com o sucesso da prática, foi aplicado em todo o hospital

Todas as emoções classificadas como básicas fazem parte da nossa vida com maior ou menor intensidade. São elas: alegria, tristeza, raiva e medo, além de outras como angústia, frustração, ansiedade. Tanto a escassez quanto o excesso dessas emoções significam que algo precisa ser trabalhado em nosso interior, sobretudo se estiverem afetando negativamente a nossa vida. Por isso, é de extrema importância saber reconhecer, aceitar e lidar com as emoções.

Para gerenciar as emoções, é importante conhecê-las e entender sua influência no nosso dia a dia. Nossos momentos de alegria estão completamente relacionados ao nosso bem-estar e à autoestima e fortalecem nossa energia para lidar com as situações adversas do dia a dia. Já a tristeza é caracterizada por um estado de desânimo, cansaço e solidão, e é importante para o fortalecimento e amadurecimento de quem somos, por isso, em certa medida, é uma emoção completamente normal e saudável.

A raiva moderada e controlada pode ser útil para ajudar a entender o que está errado em sua vida e buscar motivação para possíveis soluções, além disso, a liberação da raiva ajuda a descarregar uma carga de tensão acumulada. Já o medo é um mecanismo de defesa involuntário e natural, e nos ajuda a evitar situações perigosas e de possíveis riscos. Nessas situações, o cérebro é ativado, liberando substâncias que disparam o coração, tornam a respiração ofegante, entre outros aspectos. São reações de resposta ao estresse, para a nossa sobrevivência na evolução da espécie.

Permita-se sentir suas emoções, afinal, ignorá-las pode ser um gatilho para somatizar e causar prejuízos para a sua saúde. Não lute contra suas emoções e se permita senti-las, fazendo uma meditação após algum desconforto emocional.

A prática de Mindfulness ou atenção plena é uma alternativa interessante e comprovada na gestão das emoções e do estresse

Uma das técnicas mais utilizadas e estudadas na gestão das emoções é o Mindfulness ou atenção plena. Ela está relacionada à nossa disposição para aproveitar a existência de forma plena, agindo como se ela realmente importasse, vivendo o único momento que temos de fato: o presente (JON KABAT-ZINN, 2015). Leia Mais

Gestão das emoções: o que é?

A gestão das emoções é a capacidade de observar, avaliar, controlar e expressar os próprios sentimentos. No entanto, ser capaz de entender suas próprias emoções e se controlar para não se prejudicar ao expressá-las é algo bastante complicado. Uma boa analogia é o filme de animação da Disney Divertidamente (2015), que mostra as emoções básicas (alegria, tristeza, medo, raiva e aversão), a dificuldade de controlá-las e a importância de todas elas, em determinada medida, para as nossas vidas.

Grandes especialistas ressaltam a importância da gestão das emoções. O psiquiatra, pesquisador e escritor Augusto Cury, aponta que a gestão das emoções pode ter muitos benefícios como: combater o estresse, a ansiedade, a baixa autoestima, os problemas de relacionamentos, os medos, e, assim, transformar a vida das pessoas para melhor, definitivamente.

Já o Neurocientista Pedro Calabrez, afirma que o cérebro é a raiz dos comportamentos e que seu funcionamento influencia diretamente nas emoções, por isso, entendê-los é o ponto de partida para qualquer mudança de vida que você deseja.

Benefícios da gestão das emoções

Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.