Arquivo - março 17, 2022

1
Sentimento de compaixão
2
Acredite! Você consegue!

Sentimento de compaixão

A compaixão é um sentimento de grande importância, pois beneficia a nós mesmos e o coletivo.

De acordo com o dicionário, compaixão é um substantivo feminino e se traduz como um sentimento piedoso de simpatia com o outro, acompanhado do desejo de suavizar o sofrimento. É o impulso altruísta de ternura com uma pessoa ou consigo mesmo – autocompaixão.

A etimologia da palavra compaixão, ou seja, a sua origem deriva do latim ” compassio,onis” , que significa sofrimento coletivo, comunidade de sentimentos.

Então, o sentimento de compaixão envolve solidariedade, altruísmo, empatia, bondade e amor a si e ao próximo. E dessa forma construímos relações mais sólidas, verdadeiras e felizes. 😁

Além disso, ao agir com compaixão, compreendemos mais o outro, adquirimos a capacidade de pensar no todo e, assim, aumentar o bem-estar e a sensação de paz. Isso contribui para um mundo com mais humanidade, coletividade e menos guerras.

Tudo começa com a prática da autocompaixão, pois quando aprendemos a encarar os problemas de forma mais leve e sem tantas autocobranças, aceitamos a nossa vulnerabilidade como ser humano e a do outro com mais facilidade.

Dessa forma, abrimos a nossa visão para lidar com as questões, tomar atitudes e decisões que impactam todos ao nosso redor, tendo consciência disso.

👇 Agora, me conta: como você acha que estaria o mundo ao nosso entorno se existisse mais compaixão, se as pessoas pensassem no coletivo? Comente aqui abaixo!

Acredite! Você consegue!

Acredite! Sonhe e acredite que é possível! Conquiste! 🙌🏼😀

Estava relendo e ouvindo alguns relatos de clientes e percebi o quanto esse fato de acreditar em si mesmo e acreditar que é possível impacta nos resultados do processo. Isso porque, a maioria de nós, aprendeu a se desvalorizar e a acreditar que não é capaz, talvez seja algo cultural……

O fato é que, se desacreditarmos de nós, não conquistaremos nada porque nós somos a força motriz. Sabe, isso me fez lembrar de algo que vivenciei quando eu era estudante de engenharia mecânica – minha primeira formação acadêmica, como alguns já sabem.

Ao final de uma aula da disciplina de mecânica dos fluidos – conhecida como uma das mais difíceis, procurei o professor para tirar uma dúvida sobre as questões da prova e não estava entendendo a explicação dele e então o professor disse:
– Eu também não sei o que mulher está fazendo num curso de engenharia mecânica. 🤨 Nesse momento, eu respirei fundo, e somente me retirei ou falei algo que nem lembro, mas internamente eu pensei: eu vou “provar” para esse ba-ba-ca quem é essa mulher que decidiu estudar engenharia mecânica.

Esse acontecimento me deu uma motivação forte para “provar” que eu conseguia e que eu era capaz sim! Eu estudei, me dediquei demais e, apesar de mecflu ser difícil, era muito interessante, e eu tinha afinidade com a matéria. Sabe o que se sucedeu? Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.