Tag - qualidade de vida no trabalho

1
Gestão do tempo em época de home office
2
Gentileza e bom humor – dentro e fora do ambiente de trabalho
3
Qualidade de Vida no Trabalho: um investimento que vale a pena

Gestão do tempo em época de home office

O home office – ou trabalho remoto – já está sendo um modelo adotado por várias empresas pelo mundo todo. Segundo pesquisa realizada pela consultoria Cushman & Wakefield, 73,8% das empresas pretendem instituir o home office como uma prática definitiva no Brasil, mesmo após a pandemia da Covid-19.

Esse formato de trabalho pode ocasionar diversos benefícios e também desafios a serem vencidos. Principalmente quando se trata de organizar e gerenciar o tempo na realização das atividades de cada papel exercido pela pessoa, seja nas atividades do lar, no cuidado e na relação com os filhos, marido ou esposa, além das atividades laborais.

Quando trabalhamos em casa, o acesso é mais fácil, temos mais autonomia e tendemos a trabalhar até por mais tempo, ou seja, durante uma carga horária maior de trabalho. Isto porque não “perdemos” tempo nos deslocando, sobretudo quem mora em cidade grande e trabalha longe de casa, temos mais flexibilidade quanto ao horário de almoço, de pausas e até o tempo de nos aprontar para sair é menor.

Por outro lado, existem mais distrações principalmente quando vários membros da família moram e trabalham em casa. As crianças percebem e sentem que os pais estão mais disponíveis, os pais acham que os filhos também estão por conta e assim as demandas, conversas e interrupções aumentam. Por isso é importante ter um espaço bem definido e organizado para trabalhar e fazer combinações de horários e acordos bem estabelecidos com os familiares, com a liderança e a equipe de trabalho. Leia Mais

Gentileza e bom humor – dentro e fora do ambiente de trabalho

A gentileza e o bom humor estão cada vez mais ausentes em nossa sociedade competitiva, que tende a sobrepor o comportamento individualista em detrimento do bem comum. As pessoas estão estressadas e fazem de tudo para conquistar o que desejam, querendo levar vantagem a qualquer custo. Fatores como a competitividade, a pressão pelos resultados e produtividade aumentam o individualismo, a agressividade e também o mau humor por todos os lados. Nesses casos, o bom humor e a leveza acabam sendo sufocados por uma praticidade áspera e indelicada. A grosso modo, podemos dizer que as pessoas falam e não querem ouvir ou apenas escutam o que lhes convém, pensam e agem apenas em benefício próprio, deixando de lado a cortesia e a delicadeza com os outros, seguindo a ideia de “só faço se eu ganhar algum benefício imediato”.

Passamos a maior parte do nosso dia no ambiente de trabalho, cercados por pessoas de diferentes personalidades, temperamentos, valores e experiências de vida. Sendo assim, é necessário praticar a empatia e atitudes positivas, que contribuam para um dia a dia mais leve e feliz. Conviver com pessoas desagradáveis, seja em casa ou no trabalho é sempre desgastante. Por outro lado, compartilhar um local, uma atividade ou uma vida com alguém bem-humorado, gentil e atencioso é extremamente prazeroso. O mal humor contagia negativamente as pessoas à sua volta e intoxica o ambiente. Da mesma maneira, o bom humor também é contagiante. Leia Mais

Qualidade de Vida no Trabalho: um investimento que vale a pena

Não é de hoje que as empresas buscam aumentar a sua produtividade. Com o fenômeno da Globalização a partir dos anos de 1980, os avanços dos sistemas de informação na década de 1990 e a chegada veloz da era digital na última década, os anseios e metas das organizações aumentaram em grau de cobrança. Esse ritmo alucinante, sinal dos tempos, demanda também maior participação e empenho dos trabalhadores nos processos organizacionais. Mas quando tocamos neste ponto, não se pode descartar que humanos não são máquinas e, por isso, a qualidade de vida no trabalho (QVT) é um tema que ganha cada vez mais relevância neste cenário.

O que exatamente pode ser chamado de qualidade de vida no trabalho?  E como ela pode influenciar na produtividade e na motivação do colaborador,  na lucratividade e na competitividade da empresa ?

Dados apontam que, para o ambiente se tornar mais leve e saudável para todos, as empresas precisam promover ações que aumentem a interação entre seus colaboradores, que elevem o espírito de equipe, que promovam o desenvolvimento e a capacitação do indivíduo. Isso envolve um processo humanizado e transparente na comunicação, que apoie e valorize os colaboradores.  Nesse sentido, os dados divulgados  demonstram que as empresas citadas investem bastante na capacitação de seus colaboradores e 85% oferecem coaching.

Leia no link abaixo o texto completo no Jornal Diário de Comércio, publicado na página 2 de hoje, dia 10 de dezembro de 2019, com exclusividade.

Qualidade de vida no trabalho: investimento que vale a pena

 

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.