Arquivo - outubro 2019

1
29 de outubro: Dia mundial de combate ao AVC
2
Como relaxar, manter a concentração e não deixar a ansiedade ser vilã na reta final do Enem
3
Conheça os 11 ladrões do tempo
4
Quais os benefícios de ter um hobby
5
Os perigos da autocobrança

29 de outubro: Dia mundial de combate ao AVC

No dia 29 de outubro é o dia mundial de combate ao AVC (acidente vascular cerebral).  E saiba que 1 em cada 4 de nós terá um AVC.  Além disso, o AVC é a segunda causa de morte no mundo e a primeira de incapacidade.

Por isso, é importante conhecer os fatores de risco para se prevenir e os sinais.

Você sabia?

Situações estressantes provocam uma produção excessiva de glóbulos brancos no organismo. Essas células fazem parte do sistema imunológico de um indivíduo e , quando em excesso, podem se acumular nas paredes das artérias, reduzindo o fluxo sanguíneo e favorecendo a formação de coágulos. E dessa maneira eleva o risco de doenças cardiovasculares, como o infarto e o AVC ou derrame cerebral.

Além disso, tais situações estressantes, quando mal administradas, ocasionam hipertensão arterial e o aumento dos hábitos nocivos à saúde, como o consumo excessivo de álcool e drogas, tabagismo e alimentação inadequada.

Conheça 10 fatores de risco:

  • Tabagismo
  • Diabetes
  • Álcool e drogas
  • Alimentação inadequada
  • Doenças do coração
  • Sedentarismo
  • Stress
  • Obesidade
  • Alto índice de gordura no sangue
  • Hipertensão arterial

Todos esses são fatores de risco do AVC (acidente vascular cerebral), sendo que o stress é um dos principais. Aumenta em até 2 vezes o risco de AVC e em até 3 vezes o risco de infarto.

E como identificar os sinais do AVC:

  •  Perda súbita de força
  • Formigamento do rosto, braço ou perna de um lado do corpo
  • Dificuldade de falar
  • Perda de visão repentina
  • Dor de cabeça forte e sem causa aparente
  • Vertigem ou dificuldade de caminhar

E lembre-se de buscar ajuda médica imediata.

É preciso conhecer os nossos fatores estressores e buscar maneiras para lidar com as adversidades, mudando atitudes e controlando as emoções. Então, eu lhe convido a fazer essa auto avaliação ou cadastrar-se aqui no blog Meus Miolos e receber a avaliação do índice do stress.

Como relaxar, manter a concentração e não deixar a ansiedade ser vilã na reta final do Enem

Os dias 3 e 10 de novembro serão os momentos em que milhares de pessoas irão prestar a prova do Enem em 2019. A expectativa alta e o friozinho na barriga com a proximidade da prova são comuns a todos, mas eles podem atrapalhar, dificultando a concentração. O complicado é domar os sentimentos e controlar a ansiedade. Ansiedade na hora da prova é muito prejudicial, pois a pessoa acaba não conseguindo se concentrar, esquece o que estudou ou tem dificuldades para ler a questão.  Por isso, neste texto, vou dar dicas para ajudá-lo a se concentrar, relaxar e aliviar o estresse nesta reta final. Essas técnicas possibilitam também um aumento do seu desempenho no momento da prova.

Portanto, nesse momento é necessário, além do estudo prévio e de estratégias para resolução no dia da prova, um controle emocional e temporal para que você consiga dar o seu máximo, sem ser impactado pelo estresse e ansiedade normais de tal situação.

Mas…como amenizar esse misto de sentimentos de ansiedade,  tensão,  medo,  autocobrança que invadem os miolos?

Seguem abaixo 5 dicas para auxiliá-lo nesse momento.

  1. Aprenda e pratique técnicas de respiração e relaxamento;
  2. Pratique alguns minutos de risada diariamente;
  3. Faça um ensaio mental, montando um cenário positivo do dia da prova;
  4. Crie frases e repita para si mesmo todos os dias por meio da auto-hipnose;
  5. Organização do tempo e prepare-se com antecedência.

Essas são dicas valiosas para você que deseja chegar livre, leve e relaxado para fazer a sua prova do Enem e obter bons resultados. É importante ressaltar que  essas técnicas devem ser aplicadas pelo menos por uma semana antes das provas e é possível realizá-las sozinho(a).

Leia o artigo completo por meio do link abaixo, do Portal Mais educação Uai:

Como não deixar a ansiedade ser vilã na reta final do Enem

Seja no Enem, no vestibular, em concursos, monografia ou em qualquer  problema do trabalho ou do dia-a-dia, o controle da mente e das emoções ajuda qualquer pessoa a passar por adversidades de maneira mais assertiva.

Se quiser saber mais detalhes de cada uma dessas técnicas, acompanhe nossos conteúdos no blog e no canal do Youtube: Isabela Capelão, onde você vai encontrar algumas dessas técnicas e como praticá-las.

E é ainda mais interessante quando o investimento dessas técnicas é realizado por parte das escolas, pré-vestibulares e cursinhos. Aqui na Meus Miolos, temos um Workshop de gestão do stress específico para os  alunos nesse período de Enem e vestibular, contendo o ensino e a prática dessas técnicas. Para assim usufruírem de todos esses benefícios e praticarem sempre que necessário.

Conheça os 11 ladrões do tempo

A nossa rotina está cada dia mais acelerada e cheia de atribuições, tanto no trabalho quanto na vida pessoal. O avanço tecnológico tem potencializado isso ainda mais. As distrações e os estímulos constantes dificultam o foco no que é importante e o tempo parece passar muito mais rápido, reduzindo a produtividade e aumentando o estresse e o cansaço mental das pessoas.

Conheça os 11 ladrões do tempo que podem estar impactando os seus resultados e identifique aqueles que mais estão presentes em sua vida no momento:

  1. Planejamento inadequado;
  2. Dificuldade de dizer não;
  3. Comunicação inadequada;
  4. Reuniões mal conduzidas;
  5. Uso excessivo das redes sociais, telefone e e-mail;
  6. Informações incompletas;
  7. Falta de entendimento da diferença entre autoridade e responsabilidade;
  8. Pouca habilidade para delegar ou treinar;
  9. Procrastinação;
  10. Visitas, eventos sociais e situações inesperadas;
  11. Querer fazer mais do que consegue;

Então, aprenda algumas técnicas que podem lhe ajudar a lidar com essas questões e a gerir melhor o seu tempo, para elevar a sua qualidade de vida e aumentar a sua performance. O primeiro passo é identificar qual desses aspectos acima estão levando embora o seu tempo e depois encontrar as melhores ações para administrá-los.

Continue acompanhando nossos conteúdos e aprenda algumas dessas estratégias.

Uma dica é o livro “Faça o tempo trabalhar para você” , da Tathiane Deândehla, foi de lá que tirei parte do conteúdo, além de ter ajudado muito na gestão do meu tempo.

Quais os benefícios de ter um hobby

Já parou para pensar que um hobby pode ocupar sua mente, proporcionar prazer e vários outros benefícios? Já se sentiu desanimado, cansado, estressado e cheio de pensamentos negativos?

Saiba que ter e praticar um hobby pode ser uma solução para mudar o seu estado emocional , além de ser  extremamente benéfico para qualquer pessoa. Então, mesmo se você tiver uma agenda cheia, é importante destinar um tempo para atividades de lazer e a prática de hobbies.

O nosso cotidiano  muitas vezes nos deixa cansados física e mentalmente, o que ocasiona aumento do estresse e sobrecarga emocional. Por mais que você ame o que faz (e eu espero que assim seja!), o interessante é desenvolver um hobby diferentes das suas atividades profissionais e que te tragam satisfação. Leia Mais

Os perigos da autocobrança

Querer alcançar uma meta e trabalhar duro não é autocobrança, mas sim disciplina. Entretanto, quando você se coloca para baixo enquanto busca esses objetivos ou se compara com os outros, a sua cobrança interna está desproporcional.

Durante esses momentos, você pode se ver caindo no negativismo, incluindo autocensura, autocrítica, autopunição e autojulgamento. Além disso, ter muita exigência para consigo mesmo pode impactar diretamente na sua autoestima, na conquista dos seus objetivos e no seu bem-estar.

A autocobrança exagerada é prejudicial, pois gera o stress negativo e todas as suas consequências. Por isso, é importante saber administrá-la. Essa energia negativa atua como uma forma de pressão interna e impede que você reconheça as pequenas conquistas do dia a dia e elas se tornam sempre insuficientes para o seu padrão elevado. Dessa forma, se cobrar demais ocasiona baixo rendimento e produtividade.

É normal recebermos cobranças externas em casa, na faculdade, no trabalho, mas ela não se compara à nossa autocobrança. Esse excesso desrespeita os nossos limites, tira o prazer de executar as tarefas e impede a comemoração das vitórias. Além disso, você acaba cobrando mais dos outros também e criando expectativas exageradas.

E você, será que tem sido duro demais consigo mesmo(a) e se cobrado em excesso? O quanto isso tem impactado na sua saúde, nas suas conquistas e na sua felicidade? Pense e reflita sobre isso, talvez precise mudar as histórias que conta para si mesmo e valorizar mais as pequenas conquistas.

Quer saber mais? Cadastre-se no blog e acompanhe nossos conteúdos nas redes sociais.

Ou então agende um horário pelo (31) 3586.0188 / 9.98580188.

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.