Arquivo - setembro 2021

1
Vamos celebrar!
2
Síndrome de Burnout x Síndrome de Boreout
3
Dicas para combater o estresse
4
Autocobrança e liderança exigente

Vamos celebrar!

Hoje é um dia especial para nós da Meus Miolos. Afinal, dia 29 de setembro é o nosso aniversário e temos muito a celebrar!

Celebrar vem do Latim CELEBRARE, “honrar, fazer solenidade”, de celeber “o que é várias vezes repetido”, “notado, percebido”, “famoso, digno de honras” de acordo com o dicionário.

Como a  etmologia da palavra diz, a celebração funciona como um baita reforço positivo e estimulam as próximas conquistas, o enfrentamento de desafios, o encerramento e início de novos ciclos.

Além disso, ao celebrar, são liberados pelo nosso organismo neurotransmissores responsáveis pelo aumento do bem-estar, como a serotonina e a dopamina; diminui o estresse e funciona como um auto “reconhecimento”. Vale a pena comemorar e celebrar!

Estou muito feliz por tudo o que conquistei até aqui com muito empenho, determinação e persistência. O plano é evoluir constante e positivamente, disseminando conhecimentos, distribuindo risadas e alegria, estimulando mudanças e realização de sonhos, de forma leve e criativa.

São 4 anos de história feita por vocês, que me estimulam a viver a minha missão a cada dia e contribuem para que o meu trabalho seja feito com entusiasmo, dedicação e excelência. Muito obrigada por todo o carinho e apoio!

Desde 2017, busco conduzir pessoas, times e empresas à evolução, à felicidade e a uma vida de qualidade por meio de soluções diferenciadas.

Vamos relembrar como tudo começou?  Confira abaixo a nossa linha do tempo especial de aniversário.

Leia Mais

Síndrome de Burnout x Síndrome de Boreout

Comentamos muito aqui sobre a Síndrome de Burnout, porém é interessante olhar o outro lado também: a Síndrome de Boreout.

Enquanto o Burnout ocorre a partir de uma exaustão mental devido ao fluxo de trabalho estressante e intenso; o Boreout, ao contrário, ocorre quando o indivíduo sofre por falta de serviço, desânimo e apatia.

Na Síndrome de Burnout, o estresse e o esgotamento físico são resultantes de situações de trabalho desgastantes, que demandam muita competitividade ou responsabilidade. Além disso, é considerada uma doença. segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Alguns sintomas característicos são: estresse devido ao acúmulo ou à pressão no trabalho; cansaço excessivo físico e mental; dificuldade de concentração e lapsos de memória; sentimento de fracasso e insegurança; alterações repentinas de humor.

Leia Mais

Dicas para combater o estresse

O Dia Mundial do Combate ao Estresse é importante para alertar as pessoas sobre a importância do autoconhecimento e do autocuidado.  Afinal, a partir do autoconhecimento, é possível entender os fatores causadores do estresse e, a partir do conhecimento de técnicas e estratégias, aprender a lidar com as emoções e com o estresse de maneira mais adequada.

O autocuidado é uma forma de se acolher, é buscar maneiras e praticar atividades que possibilitem combater esse mal que atinge 70% da população brasileira, de acordo a ISMA-BR (Associação Internacional de Gerenciamento de Estresse Brasil).

Com quase 2 anos de pandemia do Coronavírus no Brasil, o cenário da saúde mental ainda é desafiador para grande parte da população global. Por isso, o Dia Mundial de Combate ao Estresse, comemorado em 23 de setembro, nunca foi tão relevante!

Esse foi o tema do artigo “Gestão do estresse em quatro etapas”, do livro recente Somos parte de uma grande história, do qual sou coautora.

Por isso, separamos algumas dicas para você :

  • Cuide do seu corpo: inclua na sua rotina exercícios físicos, alimentação saudável, água na quantidade adequada, pausas, movimento e relaxamento.
  • Cuide da sua mente: inclua na sua rotina práticas de respiração consciente, yoga, meditação e ginástica cerebral.
  • Cuide das suas emoções: estimule emoções positivas, dê risadas, cultive bons relacionamentos,  pratique a gratidão, valorize as pequenas coisas, aprecie o belo, contemple e conecte-se com a natureza.
  • Pratique o autocuidado: inclua na sua rotina ações de autocuidado que não necessariamente estão relacionados ao cultivo da beleza. Então, se acolha e seja gentil consigo, aceite as suas imperfeições, invista em autoconhecimento, desenvolva habilidades e permita-se viver leve e feliz.
  • Organize o seu tempo: inclua na sua rotina o planejamento das suas atividades diárias, estabelecendo metas tanto pessoais como profissionais. Depois, faça os ajustes necessários.
  • Celebre: inclua na sua rotina a comemoração e a celebração das pequenas metas alcançadas.

Gostou das dicas? Que tal começar agora esse movimento para combater o stress?

Autocobrança e liderança exigente

Ser muito exigente consigo mesmo, em muitos casos, não é uma atitude positiva para a sua saúde emocional e mental. Ao invés de você estar se auto aperfeiçoando, na verdade, a autocobrança excessiva é uma forma de se depreciar, que pode trazer consequências negativas para todas as áreas da sua vida, desde relacionamentos, carreira e até saúde física.

Se você é uma pessoa com autocrítica em excesso, está propensa a se sentir mais ansiosa e deprimida. Afinal, nunca está satisfeita com suas conquistas e tem um padrão muito alto, acredita que “não é boa o suficiente” ou que “nada está tão bom quanto poderia ficar”.

Além disso, está sempre diminuindo a sua autoestima e se comparado. Porém, quando você se compara com outras pessoas, as coisas pioram ainda mais, pois a “régua” se eleva e ficam cada vez mais inalcançáveis os objetivos. Então, isso gera um baita sentimento de frustração, não é mesmo? 😞

Se você se identificou com esse texto, chegou o momento de virar o jogo e começar a se valorizar e se amar ou buscar auxílio profissional. Todos nós somos imperfeitos e merecemos ser feliz. 🤗

👉 Para te ajudar nessa caminhada, separamos algumas dicas para você:

  • Trabalhe a auto aceitação para abraçar quem você realmente é;
  • Reconheça e respeite os seus limites;
  • Faça um planejamento e divida os objetivos em pequenas metas, reconheça e comemore a conquista de cada uma dessas metas;
  • Invista em terapia e conte com a ajuda de um profissional para aumentar a sua autoconfiança e enfrentar os desafios com mais leveza;
  • Trate a si mesmo como um amigo. Somos todos imperfeitos, por isso seja gentil e ame-se, em primeiro lugar.
Muitas vezes somos mais exigentes e críticos com nós mesmos do que com os outros. Por isso é importante reconhecer os sentimentos, pensar de forma diferente em relação a si, comemorar as pequenas conquistas, se valorizar e ser gentil consigo mesmo, ter autocompaixão.  A autocompaixão é aceitar-se, amar-se, respeitar-se, aliviar o sofrimento e a dor tratando-se como um amigo e não como um inimigo. No lugar da auto crítica, da auto exigência e depreciação , que tal exercitar o amor próprio e o acolhimento?
Uma pergunta para você refletir do impacto disso no âmbito organizacional. Se você é  um líder exigente com a sua equipe : será que é positivo ou negativo?

Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.