Arquivo - julho 2020

1
O que fazer quando tudo parece perdido
2
Você tem medo de críticas e julgamentos?
3
Bate-papo na quarentena I Seja você mesmo
4
5 Atitudes que sugam a nossa energia
5
A transformação e o milho de pipoca

O que fazer quando tudo parece perdido

Talvez você já tenha ouvido falar em cansaço físico, mas não tenha parado para refletir na correlação que existe entre corpo e mente, e como elas andam sempre lado a lado.⁣ 💭

Vivemos em uma rotina, onde fomos ensinados a persistir e permanecermos fortes diante das situações. Essa exaustão mental é a consequência da necessidade de sermos fortes o tempo todo, de dizer sim para tudo.
Isso vem se tornando uma queixa comum, entretanto, ocasiona um esgotamento das capacidades mentais, cansaço constante, desconcentração, falhas na memória, ansiedade, irritação, falta de motivação, sono turbulento e outros.

⁣Talvez você esteja passando mais tempo ocupado do que sendo produtivo, fazendo mais coisas por obrigação do que por escolha.

Esses são sintomas do estresse. Você se identifica com alguns deles? Comente aqui abaixo. Leia Mais

Você tem medo de críticas e julgamentos?

A grande verdade é que ninguém gosta de ser criticado ou julgado por outra pessoa. Porém, se você tem deixado de agir ou de realizar o que deseja por esse medo, provavelmente você se julga demais e cobra demais de si mesmo. Preste atenção nisso.

O primeiro passo é aceitar-se como imperfeito e como ser humano e buscar desenvolver o que precisa, tendo em mente que nunca vai agradar a todos. Quando você se aceita e se livra do medo das críticas e dos julgamentos, tudo se ajeita. Se aceite, se permita!

Seguem algumas dicas para auxiliá-lo nesse processo:

1)- Aceite suas imperfeições e reduza a autocrítica: assista esse vídeo

2)- Seja honesto consigo mesmo: reconheça as suas falhas, erros e defeitos, pois negar não vai ajudar em nada. Da mesma maneira, é essencial reconhecer os seus pontos fortes e acreditar em si mesmo. Por isso, é importante estar aberto a receber feedback.

3)- Desenvolva-se , trabalhe a sua mente: desenvolva habilidades, aumente seus conhecimentos, inspire-se em pessoas que são exemplos para você, lembrando-se que é melhor evitar comparações. Comece a observar as histórias que conta para si mesmo e, se precisar, mude esse roteiro. Saia da vítima para ser o protagonista.

Ah, e se você precisar de uma ajuda extra, nós da Meus Miolos estamos aqui para auxiliá-lo nesse processo.

Bate-papo na quarentena I Seja você mesmo

Durante esse tempo de quarentena tenho conversado bastante e trocado áudios e mensagens com várias amigas. E muitas delas dizem rir de tudo que eu falo e me pediram para gravar vídeos desse jeito. Eu hesitei um pouco, pois pensei como eu poderia colocar um pouco de humor e risadas nos vídeos, que normalmente tem um conteúdo mais sério. Aí criei uma sala de  bate-papo com você, onde eu compartilho um pouco sobre mim e o quanto é importante a gente ser quem a gente é ! Além disso, ame-se em primeiro lugar.

Então eu te convido a ser você mesmo, a ser autêntico e sem autocobranças e nem comparações! Espero que você goste.

Ah, e eu quero te conhecer mais ! Responda depois de ter assistido ao vídeo.
– Você gosta de surpresas?
– Você gosta de adesivos e itens de papelaria?
– Ou você prefere os livros?
Comente aqui abaixo!

5 Atitudes que sugam a nossa energia

Já percebeu que alguns hábitos, comportamentos e pensamentos podem atrapalhar e tirar toda a energia que precisamos, e muitas vezes nos manter na zona de conforto? Isso sem falar em algumas pessoas que também cumprem muito bem esse papel, quando permitimos.

Preocupações constantes e determinadas atitudes podem ser alguns dos motivos que impactam o nosso desenvolvimento e nossa saúde mental,  tornando tudo mais difícil.

Veja quais são elas:

  • Tentar agradar a todos : esse é um grande erro, pois se nem Jesus Cristo conseguiu agradar a todos, provavelmente é algo fora de cogitação para nós meros seres humanos. Muitas pessoas deixam de agir por medo de não agradar, por isso é preciso aceitar-se como imperfeito e fazer, sem medo da crítica. Acredite em você, erga o corpo e vai!

  • Pensar demais e não agir: essa é outra atitude que só desgasta a nossa energia. Ruminar pensamentos, na maioria negativos são uma forma de distração. Quem pensa ou tem dúvidas demais perde oportunidades na vida por medo de errar… ao mesmo tempo, quem não erra não aprende. Pratique técnicas de respiração para relaxar mais a mente e que tal tentar, errar… até acertar?

  • Vitimizar-se: ter pena de si mesmo é passar a mão na cabeça, vira uma justificativa para não fazer nada, o que é extremamente frustrante para qualquer pessoa. Então, assuma o controle da sua vida e escolha ser protagonista e não vítima das circunstâncias.

  • Só enxergar os erros e defeitos: se a sua mente estiver condicionada a só enxergar os erros e defeitos em si e nos outros vai sofrer, consumido pela energia negativa. Então, relaxe um pouco, seja menos exigente com você e com as pessoas ao seu redor e vai se sentir bem melhor e ter forças para realizar e conquistar.

  • Comparar-se o tempo todo com os outros: hoje vivemos numa sociedade em que existe muita comparação e uma grande competitividade, o que  suga a nossa energia. Então, tenha a si mesmo como parâmetro e seja melhor a cada dia, comemore cada pequena conquista. Tenha em mente que cada um é de um jeito e que somos seres únicos. Encontre o seu diferencial!

Você percebe algumas dessas atitudes presentes na sua vida? Comente aqui abaixo!

Que tal dar um chega pra lá nessas atitudes para ser mais feliz, leve e realizador?⠀Siga as dicas!

E se precisar de um auxílio mais personalizado, entre em contato!

A transformação e o milho de pipoca

Nesse vídeo, da série contando histórias, falei sobre realizar mudanças, por meio da metáfora da transformação do milho em pipoca, do texto de Rubem Alves, Milho de pipoca.

Como estamos falando de mudança, de reinvenção, lembrei dessa história e resolvi compartilhar com você. Eu espero que esse vídeo chegue a quem precisa de um incentivo para sair da zona de conforto e começar o processo de mudança.

Assista o vídeo clicando no vídeo e comente aqui abaixo as suas reflexões!

Aproveito para escrever o texto de Rubem Alves: Milho de pipoca, do livro “O amor que acende a lua”.

Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.