Tag - como ser mais feliz

1
Bate-papo na quarentena I Seja você mesmo
2
Conheça as suas forças e virtudes
3
Como parar de se sabotar e conquistar o que deseja?
4
Busque sua melhor versão todos os dias
5
Ao invés de reclamar, faça dar certo!
6
Janeiro Branco: Quem cuida da mente, cuida da vida
7
Quarteto da felicidade: como ativar I Dose de energia positiva
8
Como ser mais otimista
9
Estratégias para lidar com o stress I Levemente
10
Como ser mais feliz?

Bate-papo na quarentena I Seja você mesmo

Durante esse tempo de quarentena tenho conversado bastante e trocado áudios e mensagens com várias amigas. E muitas delas dizem rir de tudo que eu falo e me pediram para gravar vídeos desse jeito. Eu hesitei um pouco, pois pensei como eu poderia colocar um pouco de humor e risadas nos vídeos, que normalmente tem um conteúdo mais sério. Aí criei uma sala de  bate-papo com você, onde eu compartilho um pouco sobre mim e o quanto é importante a gente ser quem a gente é ! Além disso, ame-se em primeiro lugar.

Então eu te convido a ser você mesmo, a ser autêntico e sem autocobranças e nem comparações! Espero que você goste.

Ah, e eu quero te conhecer mais ! Responda depois de ter assistido ao vídeo.
– Você gosta de surpresas?
– Você gosta de adesivos e itens de papelaria?
– Ou você prefere os livros?
Comente aqui abaixo!

Conheça as suas forças e virtudes

 

A Psicologia positiva é um movimento dentro da psicologia iniciado no ano 2.000 por Martin Seligman, com a proposta de focar e observar os fatores positivos das pessoas.  Foram realizados diversos estudos sobre o bem-estar e sobre o que faz com que o ser humano tenha mais bem-estar e felicidade, funcionando como um incentivo para que outras  pessoas alcancem satisfação na vida.

A psicologia positiva divide-se em três grandes áreas de estudo: as emoções positivas, as características individuais positivas e as instituições positivas

Os psicólogos Martin Seligman e Christofer Peterson acreditavam que os seres humanos tem a possibilidade de escolher viver uma vida com foco nos aspectos positivos, e foi a partir disso que eles decidiram se aprofundar mais nos estudos para entender a melhor versão do ser humano. Os autores sugerem que essas virtudes possivelmente tem um componente biológico e nos ajuda a atingir a excelência ao lidar com as adversidades e desafios, constituindo um aspecto importante na evolução humana. Então, eles identificaram seis virtudes universais, comuns entre pessoas das mais diversas religiões, tradições, etnias,  filosofias e culturas e vinte e quatro forças de caráter, considerados fatores psicológicos que definem as virtudes. Este estudo foi publicado em 2.004.

Cada pessoa tem uma personalidade única, definidas pelas forças pessoais ou de caráter.  As forças de caráter  são características individuais positivas que, quando colocadas em prática, contribuem consideravelmente para o desenvolvimento do indivíduo. É importante entender que as vinte e quatro forças de caráter são os caminhos para atingir essas virtudes.

Segundo Martin Seligman, considerado o pai da psicologia positiva, só é possível ser feliz plenamente quando descobrimos e vivenciamos as nossas forças no dia a dia e em todas as esferas da vida.

As seis virtudes universais encontradas são:

  • Sabedoria
  • Coragem
  • Humanidade
  • Justiça
  • Temperança
  • Transcendência

A cada uma dessas virtudes estão  associados grupos de forças de caráter, que são apresentadas a seguir: Leia Mais

Como parar de se sabotar e conquistar o que deseja?

Auto sabotagem é quando criamos obstáculos e empecilhos que nos atrapalham na hora de realizar tarefas ou conquistar objetivos. Ela se apresenta de diversas maneiras e em inúmeras situações, mas com uma única certeza, não faz bem e o único prejudicado é você mesmo. Porém, muitas vezes não compreendemos a razão desse comportamento, pois isso ocorre de maneira inconsciente e existe um ganho secundário envolvido.

Quantas vezes você sabia que tinha que fazer algo importante, mas acabou procrastinando e não fazendo? Seus relacionamentos sempre fracassam? E a dieta, você até tenta fazer, mas sempre acaba comendo algo que não deveria? Se alguma dessas situações lhe é familiar, talvez você esteja se sabotando.

Não deixe que a autossabotagem adie as suas conquistas em 2.020.

A Meus Miolos trabalha com estratégias e metodologias diversas para resolver essa questão e ajudá-lo a ser mais realizador, deixando de lado a procrastinação e todas as suas consequências. Já parou para pensar como seria diferente se deixasse de se autossabotar e conquistasse os seus objetivos e desejos?

Quer saber mais, deseja parar de se sabotar e ser mais realizador(a)? Então, cadastre-se aqui no blog e no canal do Youtube e fique por dentro do nosso conteúdo, ou agende um horário pelo (31) 3586.0188 / 9.98580188.

Busque sua melhor versão todos os dias

Apaixone-se pelo processo de amadurecimento. Mudar é essencial e muito bom para o crescimento pessoal e para a sua própria evolução como ser humano. Por isso, mantenha o compromisso de fazer o melhor para si todos os dias, sem se comparar com os outros. Sabemos que não é algo assim tão simples, mas possível.

O nosso trabalho, aqui na Meus Miolos, é exatamente esse: ajudar você, seu time ou empresa a evoluírem, a serem mais felizes, menos estressados e a conquistarem os objetivos. Isso tudo com estratégias personalizadas.

Quer saber mais? Cadastre-se aqui no blog, acompanhe os vídeos no canal do Youtube e  fique por dentro do nosso conteúdo, ou agende um horário pelo (31) 3586.0188 / 9.98580188.

 

Ao invés de reclamar, faça dar certo!

Sabe aqueles dias em que nos sentimos para baixo, desmotivados com a rotina ou com algum outro problema ou quando parece que está dando tudo errado? Aí a pessoa começa a reclamar e só enxerga o lado negativo em tudo, e com isso a sua insatisfação aumenta numa espiral negativa que pode culminar em algo bem ruim.

Esse é chegado o momento de dar um basta, olhar para trás e refletir sobre como tem conduzido a sua vida e as histórias que tem contado para si mesmo(a), avaliar o quanto você já andou, quantas coisas já realizou e conquistou!

Isso ajuda a encontrar a motivação para que você continue e a enxergar algo positivo nas adversidades! Que tal parar de reclamar e mudar o direcionamento da sua energia para agradecer. A gratidão estimula as emoções positivas.

A Meus Miolos te ajuda a transformar crises em oportunidades, a criar alternativas para ser mais feliz e menos estressado! Acompanhe nossas dicas e conteúdos e aproveite o fim de ano para exercitar a gratidão e a positividade.

Quer saber mais? Cadastre-se aqui no blog e fique por dentro do nosso conteúdo, ou agende um horário pelo (31)3586.0188 / 9.98580188.

Janeiro Branco: Quem cuida da mente, cuida da vida

O primeiro mês do ano é marcado pela campanha Janeiro Branco, que tem como principal objetivo discutir e conscientizar sobre a saúde mental. O projeto convida as pessoas a refletirem sobre suas vidas e incentiva o debate sobre o tema em todos os espaços.

Uma boa pedida é abordar esse assunto dentro das empresas e conscientizar os colaboradores sobre os benefícios de cuidarem da saúde mental, ou seja, lidarem com questões emocionais, sobretudo com o stress e com a ansiedade. Além disso, esse tipo de campanha realizada nas empresas ajuda a reduzir o absenteísmo, o turnover e os riscos de acidentes de trabalho; e aumentar a produtividade, satisfação e clima organizacional.

É importante lembrar que saúde mental engloba muito mais do que ausência de doença mental. Além disso, ninguém é feliz e mentalmente saudável o tempo todo,  podemos apresentar sofrimentos e doenças psíquicas em algumas fases da vida.

A escolha de janeiro é estratégica, pois o começo do ano pode gerar ansiedade pelo desejo de cumprir as metas e frustração por não ter cumprido todas do ano anterior. Além disso, costuma ser um período de muita reflexão.Dessa forma, a campanha serve como um alerta para que todos comecem seu novo ciclo de uma maneira sadia, tanto emocional quanto psicologicamente.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo, um transtorno mental frequente que afeta todas as faixas etárias, de qualquer raça, etnia ou classe social e a principal causa de afastamento no trabalho. A doença é pauta de destaque quando se fala em saúde da mente.

Quarteto da felicidade: como ativar I Dose de energia positiva

Você sabia que os neurotransmissores são mensageiros químicos que transportam, estimulam e equilibram os sinais entre os neurônios e outras células do corpo? Eles podem afetar uma  variedade de funções físicas e psicológicas, como frequência cardíaca, sono, apetite, humor, estresse e medo.

A dose de energia positiva de hoje é: conheça e ative os 4 neurotransmissores: quarteto da felicidade.

Assista o vídeo agora:

 

Dopamina, Serotonina, Endorfina e Ocitocina são neurotransmissores considerados protagonistas dos momentos felizes. Leia Mais

Como ser mais otimista

Com o otimismo, a pessoa é capaz de enxergar os desafios tendo em mente a sua capacidade de superá-los, e consegue manter o controle da sua vida, pois entende que os imprevistos acontecem a todo momento.

Martin Seligman, conhecido como o pai da psicologia positiva, realizou várias pesquisas e constatou que a felicidade pode ser cultivada e o otimismo aprendido.

Você sabia que metade das pessoas do mundo nasce pessimista e metade nasce otimista? É isso mesmo. O importante é saber que o otimismo pode ser aprendido, assim como qualquer outra habilidade.  E uma das maneiras é desenvolver os atributos que permitam potencializar os esforços que levam ao sucesso, como a resiliência. Esses atributos também estão associados a menores índices de stress. As crenças do indivíduo e a sua forma de ver o mundo estão relacionadas ao otimismo ou ao pessimismo. O otimista adota uma visão equilibrada ao encarar os problemas e o pessimista só enxerga o problema e os aspectos negativos, como senão houvesse solução.

Uma boa maneira de desenvolver o otimismo é ficar próximo de pessoas que tenham  positividade e otimismo e se espelhar no comportamento delas. Além disso, a positividade é contagiosa! O ser humano está tão acostumado a focar mais nos pontos negativos e é o que acaba sendo atraído para ele.

O otimismo proporciona diversos benefícios para a vida das pessoas, como a melhoria da saúde, os relacionamentos se tornam mais duradouros, obtêm mais sucesso no trabalho e maior realização profissional, maiores ganhos financeiros, influencia positivamente vários aspectos da vida. Além disso, existem pesquisas que comprovam que pessoas otimistas vivem em média 8 anos a mais que as pessimistas; e no mundo corporativo proporciona um aumento das vendas e da produtividade.

Então, vale a pena ser mais otimista? Comece mudando a sua forma de ver os acontecimentos, os problemas ou dificuldades e de interpretá-los.

 Quando você foca nas coisas positivas, mais coisas boas aparecem pra você. Quando você reclama das coisas, acha tudo ruim é como se você tivesse clamando por coisas ruins, ou seja, quando você foca numa direção, a sua energia corre para lá.

Existem as dez emoções chave da positividade: alegria, gratidão, serenidade, interesse, esperança, orgulho, sensação de divertimento, inspiração, amor e sentir-se maravilhado. Quanto mais você aumenta a experiência dessas emoções, maiores as chances de se viver mais plenamente, feliz e realizado(a).

E dentro de empresas é importante aumentar é chamado de engajamento social, ou seja,  fazer parte de um todo, sentir-se conectado com outras pessoas, criar laços. Essas conexões aumentam a satisfação pessoal,  aumentando a produtividade e a felicidade nas empresas.

Um ponto importantíssimo é  ter um objetivo claro e definido na vida, um propósito maior. A maioria das pessoas pessimistas não têm objetivos, não encontram um significado mais amplo da vida. Essas pessoas acabam estacionando na vida.

Eu tenho uma série de vídeos no canal do Youtube e  um e-book contendo doses de energia positiva. Eu lhe convido a assistir, ler e praticar, pois lhe ajudará  muito a elevar o seu grau de positividade, de otimismo e de felicidade.

Estratégias para lidar com o stress I Levemente

Segundo a ISMA ( Associação Internacional de Gerenciamento do Stress), o stress afeta 72% dos profissionais brasileiros. Desses, aproximadamente 30% têm a Síndrome de Burnout, que é a estafa, o ponto máximo do stress profissional. Esses dados são, no mínimo, assustadores e preocupantes.

Todos nós precisamos de uma certa dose de estresse para viver, porém o estresse em demasia afeta seriamente  o nosso bem-estar físico, mental e emocional. Para amenizar os sintomas, as pessoas precisam aprender a lidar com as suas próprias emoções e mudar comportamentos que afetam negativamente o seu desempenho.

Em primeiro lugar , aumentar a autopercepção e o autoconhecimento para então aprender a gerenciar as próprias emoção e pensamentos, aprender a lidar com os fatores estressores e com as situações desafiadoras, desenvolver recursos e habilidades internas, aumentando, assim, a sua qualidade de vida e bem-estar.

Aqui vamos apresentar, de maneira geral, estratégias para lidar com o stress, que englobam 4 aspectos: físicos, emocionais, cognitivos  e de consciência.

Físicos: praticar exercícios físicos e  alimentar-se de maneira saudável e na medida certa;

Emocionais: conhecer as próprias emoções e comportamentos, seguido do aprendizado de técnicas de controle e gestão emocional por meio do desenvolvimento de habilidades;

Consciência: relaxar e exercitar a mente por meio de práticas de mindfulness, meditação ativa, técnicas de respiração, auto hipnose, biofeedback, dentre outras;

Cognitivos: trabalhar as crenças e pensamentos limitantes, aqueles que lhe impedem de alcançar o bem-estar e a qualidade de vida.

É interessante buscar profissionais para auxiliar em cada uma das etapas. No workshop e no programa anti-stress Levemente, criados e realizados pela Isabela Capelão, são trabalhados todos esses pilares, ensinadas e executadas essas práticas,  com o objetivo de elevar o bem-estar, a qualidade de vida e os resultados de pessoas, times e organizações.

Assista o vídeo abaixo, onde eu abordo as estratégias para lidar com o stress e viver mais levemente e com mais saúde.  E acompanhe os próximos conteúdos, onde vou aprofundar em assuntos tais como meditação ativa, mindfulness, auto hipnose, dentre outras técnicas.

Como ser mais feliz?

 

Uma frase que eu gosto muito é aquela que diz que ” a felicidade não é um ponto de chegada e sim o próprio caminho”. E muitos esperam chegar à tal felicidade quando comprarem uma casa, quando fizerem a viagem dos sonhos, quando casarem, quando conquistarem uma promoção no emprego… e poraí vai. Então, as pessoas esperam alcançar algo, o sucesso, para então ser feliz. Porém, funciona de modo contrário.

A busca da felicidade é um dos objetivos fundamentais do ser humano, ou seja, uma busca universal, por isso, a ONU decidiu proclamar 20 de março como o Dia Internacional da Felicidade. Em todo o mundo, esse dia é de reflexões, de maneira a proporcionar um desenvolvimento humano sustentável, com foco no bem-estar de indivíduos, comunidades e países.

Há algumas décadas, estudiosos de diversas universidades, com destaque para as Universidades da Pensilvânia e de Harvard, se empenharam em estudos sobre a felicidade. Neste período, Martin Seligman e outros pesquisadores fundaram a psicologia positiva e o conceito do florescimento humano. Então, a felicidade passa a ser objeto da ciência (o que eu considero o máximo!) e também índice para análise de desenvolvimento político, econômico e social de nações em todo o mundo.

E tudo o que eu venho aprendendo sobre esse movimento da felicidade e da psicologia positiva, foi, a princípio, com o livro “Felicidade autêntica” , de Martin Seligman, com o livro “O jeito Harvard de ser feliz” , de Shawn Achor e com a Flora Vitória, da SBCoaching, declarada Embaixadora da felicidade no Brasil.  Acho essa mulher muito inspiradora!

Afinal, o que é a psicologia positiva? Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.