Tag - autoconhecimento

1
O que é resiliência e como desenvolvê-la
2
Quais são as suas válvulas de escape?

O que é resiliência e como desenvolvê-la

A resiliência é um conceito que vem da física e é a capacidade que um material tem de não se deformar, de absorver impacto, quando submetido à pressão ou desgaste e voltar ao seu estado natural.

Transferindo esse conceito para nossa vida, uma pessoa resiliente é aquela que se adapta a situações de conflito, a mudanças, a situações de pressão sem se abalar emocionalmente, sem perder o controle, sem prejuízos da saúde física e emocional, sem ser afetado por elas de maneira negativa e permanente.

Pessoas que possuem a capacidade de superar dificuldades, adversidades e de se recompor, de se recuperar, conseguem realizar mudanças e se adaptar a elas com mais assertividade. As pessoas que desenvolvem a resiliência costumam ter pensamentos mais adaptativos, que visam possibilidades diferentes de ação. Elas conseguem criar mais estratégias para resolução de conflitos. Leia Mais

Quais são as suas válvulas de escape?

valvulas

Em primeiro lugar, é importante definir o conceito de válvula de escape. O conceito que vem da mecânica, significa a válvula que abre automaticamente, permitindo a saída do fluido, quando a pressão interna é muito alta e ultrapassa o nível de segurança. Em resumo, e segundo um dicionário é um instrumento para escapar de uma situação turbulenta.

Podemos fazer uma relação com a nossa vida, com o nosso dia-a-dia e identificar a necessidade de possuir pelo menos uma válvula de escape para alívio das pressões, iminentes a qualquer ser humano.

O meio empresarial é cercado de muita pressão por todos os lados e, devido às imposições do cotidiano, nos vemos diante de um mundo que tem pressa em desempenhar todas as tarefas do dia-a-dia.

O que precisamos entender de verdade é que toda essa pressa imposta pela sociedade, muito tem prejudicado a qualidade de vida de todos nós e não só no meio empresarial. Percebo também o quanto as pessoas exigem de si, de como devem ser, não sabem dizer não quando necessário e pertinente; não conseguem, muitas vezes, assumir a própria escolha e suas consequências.

Então, com essa correria do dia-a-dia, com esse desejo em atender às expectativas dos outros e agradar a todos, com a autocobrança excessiva e um perfeccionismo exagerado aparecem as doenças como ansiedade, insônia, dores de cabeça, alterações repentinas de humor, problemas de memória, queda de cabelo, baixa imunidade, entre outras consequências físicas e emocionais. Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.