Arquivo - 2019

1
Terapia do riso nas empresas
2
Como funciona a hipnoterapia?
3
Livros e Lições
4
O que é estresse pós traumático?
5
Saiba qual escolha é mais adequada para a sua empresa.
6
Como eliminar emoções negativas I Levemente
7
Autoajuda: um termo que caiu em desuso…ou não…?
8
Controle da raiva I Minutos no stress
9
Como dar a volta por cima
10
Quem cuida da mente, cuida da vida!

Terapia do riso nas empresas

Já comentei várias vezes por aqui o quanto o riso é benéfico para a nossa saúde física, emocional e espiritual. Então, o meu conselho é: não economize risadas e as distribua gratuitamente no seu dia-a-dia, pois funciona como um medicamento natural. Além disso, tem se tornado demanda nas empresas de diversos segmentos a realização da terapia do riso para os colaboradores, pois dentre os benefícios estão o aumento da motivação, do bom-humor, da interação e contribuição entre os colegas de trabalho, a redução do stress e da ansiedade, o aumento do controle emocional, da produtividade e da criatividade. É uma excelente atividade para fazer parte de SIPAT´s, semanas da saúde e bem-estar, blitz entre palestras em congressos e convenções.

Além disso, a terapia do riso oferece inúmeros benefícios individuais, para a equipe e para a empresa. Se quiser saber mais, entre em contato!

Assista o vídeo abaixo. Nesse vídeo, Isabela Capelão compartilha momentos da terapia do riso realizada nas empresas: Bodytech, Spa Bella Donna em parceria com a Santa Casa de Belo Horizonte e no Espaço Meus Miolos. Não faltaram risadas e descontração por parte dos colaboradores.

 

Como funciona a hipnoterapia?

A hipnose é chamada de hipnoterapia quando utilizada como ferramenta terapêutica, e gera grandes resultados.

A hipnose é a mais antiga das terapias e é uma ferramenta que possibilita que o indivíduo alcance um estado alterado de consciência por meio do acesso à sua sabedoria interna para, com o auxílio de um profissional habilitado, encontrar recursos pessoais e resolver um determinado sintoma ou problema. A pessoa experimenta um estado profundo de relaxamento e prazer, deixa a mente mais desacelerada por meio da sua imaginação, possibilitando mudanças de estado emocional e de comportamentos, de maneira a ampliar as possibilidades e abrir um novo caminho em sua vida.

A hipnose ajuda no tratamento de fobias, controle do stress e da ansiedade, síndrome de burnout, dores crônicas, questões de cunho alimentar: obesidade, emagrecimento e distúrbios alimentares, vícios, compulsões por compras, por exemplo; gagueira, alergias, tiques nervosos como roer unha, arrancar cabelo, coçar a cabeça; timidez, disfunções sexuais, insônia; para aumento da performance cognitiva, artísticas e/ou esportivas. Ajuda a amenizar o sofrimento do stress pós-traumático,  a lidar com  as emoções negativas (baixa auto-estima, angústia, pensamentos negativos e depressivos). Então, auxilia em questões de fundo emocional ou psicológicos. Leia Mais

Livros e Lições

Nos vídeos da série Livros e Lições é composta do resumo dos livros,  comentários e lições aprendidas, sob o meu olhar voltado para o desenvolvimento humano.

Hoje tem dose dupla da série: “Os miseráveis” e “O mito da caverna”.

Em um dos vídeos vou comentar sobre a Alegoria ou o Mito da caverna, que é parte de um livro A República, do filósofo Platão.

No outro, vou contar um resumo da história e comentar a obra da literatura mundial de grande destaque Os miseráveis, de Vitor Hugo.

Assista os vídeos abaixo e aproveite para inscrever-se no canal do YouTube: Isabela Capelão.

 

 

O que é estresse pós traumático?

Quando uma pessoa vivencia ou assiste uma situação ou acontecimento negativo, que causa sofrimento ou então uma situação ameaçadora na qual é exposta a muito medo e impotência é chamado de transtorno de estresse pós-traumático. Esse transtorno (TEPT), além do sofrimento, afeta de forma significativa a qualidade de vida e a vida social e profissional da pessoa.

Acidentes graves, atos terroristas, assaltos, sequestros, catástrofes naturais, , agressões físicas, psicológicas ou emocionais são algumas situações em que o stress pós-traumático pode aparecer. Um exemplo desse tipo de situação é a recente tragédia do rompimento da barreira de Brumadinho. Quando ocorrem tragédias muito grandes como essa, mesmo as pessoas que presenciaram a situação ou o desespero de outras também podem desenvolver o transtorno. Leia Mais

Saiba qual escolha é mais adequada para a sua empresa.

No mercado atual, empresas que investem em seus colaboradores têm se destacado. Afinal, as pessoas são peças fundamentais para o sucesso de qualquer negócio! Dessa maneira, organizações que oferecem oportunidades de desenvolvimento mantêm profissionais mais engajados e com níveis mais altos de performance.

As empresas já identificaram a necessidade de buscar conhecimentos externos e metodologias diversas para aumentar a sua competitividade. A procura por técnicas com esse intuito vêm crescendo cada dia mais no Brasil, e oferecer conhecimentos, experiência e histórias de sucesso são diferenciais indispensáveis para qualquer negócio, desde pequenas a médias e grandes empresas.

Importante salientar que as empresas que investem em seus colaboradores não estão apenas preocupadas com os seus resultados financeiros, mas também com o desenvolvimento de sua equipe,  levando os profissionais a se sentirem mais valorizados e motivados no ambiente de trabalho. Leia Mais

Como eliminar emoções negativas I Levemente

Nesse vídeo, da série Levemente , você vai aprender técnicas para eliminar ou seja, limpar as emoções negativas como raiva, mágoa, tristeza, rancor, inveja… e aumentar o seu bem-estar e satisfação com a vida.

Vale a pena assistir , praticar , repetir e compartilhar.

 

Autoajuda: um termo que caiu em desuso…ou não…?

Será que o termo autoajuda já caiu em desuso ou não?

Às vezes sou pega de surpresa quando me perguntam se eu trabalho com autoajuda. Percebo um leve tom de crítica ou um pensamento interno tipo “isso não é pra mim”. O termo muitas vezes é utilizado de forma pejorativa, como se fosse alguém que estivesse muito mal para precisar de autoajuda. Porém, se for analisar ao pé da letra, é nada mais nada menos que ajudar a si próprio, algo que acredito que a maioria das pessoas faça…. ou não…?

Uma curiosidade é que o termo possivelmente surgiu a partir do primeiro livro de autoajuda escrito pelo autor britânico Samuel Smiles(1812-1904), e foi publicado em 1859, intitulado de “Autoajuda” ou “Ajude-se” (depende da tradução). Samuel Smiles é conhecido sobretudo por ter escrito livros que exaltam as virtudes da autoajuda e tópicos de biografias de  de grandes inventores, pensadores, militares e clérigos do século XIX, e inspirou pessoas do mundo inteiro a melhorarem suas vidas.

A publicação de livros de autoajuda surgiu a partir do crescimento da indústria editorial e das novas ciências, como a psicologia, e estão se aprimorando cada vez mais. Por isso, o termo se tornou mais comum em estantes de bibliotecas e em livrarias, onde é possível encontrar livros contendo infinitas soluções para o leitor obter resultados em sua vida, praticando as dicas e técnicas contidas em tais livros. Leia Mais

Controle da raiva I Minutos no stress

Eu estou aqui hoje para mais um capítulo da série Minutos no stress, onde eu dou dicas poderosas para você administrar melhor o que te estressa e controlar as suas emoções.

É normal sentir raiva? O que fazer com esse sentimento: extravasar ou guardar para si, engolir? Como podemos trabalhar a raiva e suas reações de maneira mais assertiva e menos destrutiva?

Assista a esse vídeo e saiba a resposta para essas questões.

 

Como dar a volta por cima

Imprevistos, em algum momento da vida de todos nós, vão ocorrer. Não precisamos viver com medo de ser, a qualquer momento, surpreendidos por algo desagradável, mas também não podemos ignorar que tais situações podem acontecer a qualquer momento.

Inicialmente, o mais importante é saber que não temos o controle de tudo o tempo todo. As coisas estão em constante mudança, o mundo está mudando muito rápido e nós temos que estar atentos à isso. Imprevistos sempre irão existir e nós nunca teremos o controle de tudo em nossas mãos.

Existem situações nas quais não estamos preparados e nem sabemos como iremos reagir, pois é uma situação nova. Por exemplo: a morte inesperada de um ente querido, um acidente ou doença que te tira de cena e te causa limitações, mesmo que por um período determinado; uma mudança repentina  de país, incidentes que causam a perda de tudo (incêndio, inundação, roubo, etc), uma traição, fim de relacionamentos ou qualquer outras situação.

Leia Mais

Quem cuida da mente, cuida da vida!

Esse mês de janeiro foi eleito o mês da campanha Janeiro Branco para conscientizar as pessoas da importância em investir na saúde mental, a cuidar da mente e assim aumentar o bem-estar. Para maiores informações sobre a campanha, acesse o site: www.janeirobranco.com.br.

O que seria exatamente a saúde mental? É entender, conhecer, aceitar e respeitar a si mesmo e as próprias limitações; é cuidar das emoções, é ter uma vida de qualidade, tanto emocional quanto psíquica e espiritual, é apreciar o viver, é conectar-se e relacionar-se com as pessoas, é saber lidar com o stress e com as adversidades. A saúde mental implica em algo muito além do que ausência de doença ou transtorno mental. Envolve o físico, o mental, o social. Então, analise por um instante e responda: como está a sua saúde mental ?

Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.