Janeiro Branco: cuidados com a saúde mental

Você já conhece a campanha “Janeiro Branco”? Cada vez mais ouvimos sobre a importância de cuidar da saúde mental e nesse contexto da pandemia isso se tornou ainda mais sério.

No ano de 2014 foi criada a campanha “Janeiro Branco”, voltada principalmente na construção de uma cultura de saúde mental na sociedade. O seu objetivo é chamar a atenção da humanidade para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas e das instituições humanas.

O mês de janeiro é tradicionalmente um mês de recomeços, de mudanças e um momento de traçar metas e planejar o ano que está começando. É um momento no qual estamos mais propensos a pensar nos nossos erros e acertos, nas nossas relações sociais, nas emoções, na vida e no nosso sentido de existir. Para muitos esse é um momento positivo, de renovação da esperança e da energia, porém para algumas pessoas esse pode ser um período ainda mais difícil.  Então, esse é um momento bem propício para cuidar da sua saúde mental, de incluir ações com esse intuito no seu planejamento.

Apesar de já estarmos nos últimos dias de janeiro, acredito que, devido à importância desse tema, deve ser abordado e trabalhado durante todo o ano. Afinal, quem cuida da mente, cuida da vida.

Saúde Mental no Brasil e no mundo

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é considerado o país mais ansioso do mundo e o quinto mais depressivo e a depressão está entre as três maiores causas de afastamento no trabalho. Além disso, devido à pandemia de COVID-19 os serviços de saúde mental foram interrompidos em 93% dos países em todo o mundo, enquanto a demanda aumentou, de acordo com uma nova pesquisa da OMS. Mesmo assim, boa parte das pessoas não entendem a necessidade de cuidar da saúde mental. Mas, segundo Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, “uma boa saúde mental é absolutamente fundamental para a saúde geral e o bem-estar”.

Os números não mentem. Ainda vivemos em uma realidade na qual poucas pessoas têm acesso a serviços de saúde física e mental de qualidade. Além disso, existe ainda um estigma e preconceito em relação as pessoas que procuram tratamento para a saúde mental. Isso só demonstra a importância da campanha para gerar a conscientização da sociedade em relação ao tema.

Além disso, é preciso ter consciência de que a preocupação com a saúde mental e emocional é preventiva, ou seja, não engloba apenas os casos em que existe doença mental e sim a prevenção do adoecimento psíquico.

Como começar a se cuidar?

Janeiro Branco é uma campanha para todos e para todo o ano, por isso, trouxemos algumas dicas para lhe ajudar a dar os primeiros passos e praticar o autocuidado mental. Escolha aquelas que mais se identificar e, aos poucos, experimente outras novas. Eu garanto que vai se surpreender com os resultados.

1)- Meditação:

A meditação traz diversos benefícios para sua saúde emocional e física e é uma prática que possui comprovações científicas. Para começar, você pode usar aplicativos, áudios, ou vídeos de meditação guiada. Lembre-se de trabalhar principalmente a respiração profunda e consciente, que auxilia na redução do estresse e da ansiedade.

Assista esse vídeo que vai orientá-lo, clicando aqui.

2)- Faça terapia:

Buscar ajuda de terapia presencial ou terapia on-line  é muito importante,  conversar com um profissional especialista, ter com quem se abrir e aliviar o desconforto emocional, além de ser orientado de forma a melhorar o seu estado emocional. O terapeuta vai te  ajudar a refletir sobre suas questões, a se conhecer melhor e se aceitar, a praticar novas ações, a estimular mudanças que promovam o aumento da sua saúde mental e qualidade de vida.

3)- Diário das emoções:

O autoconhecimento é um dos pontos mais importantes para cuidar da saúde mental e, por isso,  registrar as suas emoções – tanto negativas quanto positivas em seu dia a dia  é um recurso que ajuda a definir as emoções e reações, a identificar as formas de expressão, os padrões de comportamento e hábitos. O diário das emoções permite obter mais consciência das emoções, sobretudo daquelas que mais te afetam e fazer uma gestão emocional. Além disso, proporciona enxergar sob outra perspectiva o que sente e  como deve agir,  aumentando a inteligência emocional.

4)- Autocuidado:

Dedique um tempo para se cuidar, faça exames médicos, pratique exercícios físicos, cuide da sua alimentação, descubra novos hobbies e faça coisas que te deixem satisfeito, relaxado e alegre ou que te encaminhem aos seus objetivos.  Praticar o autocuidado é olhar para si mesmo com carinho e gentileza.

5)- Diário da gratidão:

A gratidão influencia de forma positiva a nossa saúde mental, pois quando percebemos as coisas pelas quais somos gratos, focamos nossa mente naquilo que é bom. Quando praticamos a escrita diária de pelo menos três motivos pelos quais somos gratos naquele dia, afastamos pensamentos e emoções negativas, além de exercitar o cérebro a enxergar o lado positivo da vida.

Uma humanidade mais saudável pressupõe uma cultura da Saúde Mental no mundo. Cuide-se! E se precisar de ajuda, procure um profissional adequado para lhe auxiliar. Não deixe a sua saúde mental em segundo plano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.