Janis enganada

janis-joplin

Oi! Sou eu mesma! Minha voz é idêntica. Pelo menos é como eu me percebo!

E o que algumas pessoas depois de bêbadas concordaram. Deve ser a rouquidão….Não que eu goste ou não da voz da Janis, gosto das músicas e sem quê nem para quê eu sismei com a música Mercedes Benz e fiz dela minha companheira de baladas. Por favor, não tem nada a ver com a letra da música. O negócio era mesmo com a voz e a melodia, rolou uma empatia entre a gente.

Eu incorporava Janis Joplin toda vez que cantava…. e fazia o maior sucesso. Sério! Teve uma aparição minha especial num bar de uns amigos meus lá na BR-040, o Mania Radical. Cantei no palco e tudo, isso me contaram depois…… E no dia seguinte, chegando de volta no bar, o porteiro me reconheceu como a cantora Janis Joplin cover e perguntou se eu ia cantar novamente. Eu não sabia se ele estava falando sério ou se a fama chegara às pistas.

As pessoas já até pediam bis e em festas e comemorações esperavam o momento em que eu cantaria a música e Mercedes Benz já estava no cardápio de todos as fitas cassetes gravadas com muita dificuldade, depois dos cd’s e até dos Ipode de grande parte dos meus amigos belorizontinos.

Com o passar do tempo conheci pessoas que se lembravam da apresentação de Janis cover no Mania. Depois me aposentei dessa vida de Janis Joplin e deixei de ficar rouca. Aí não teve mais jeito e nem graça. O que tenho hoje são alguns vídeos que eu sinceramente espero não encontrá-los e nem revê-los novamente.

Sinto saudades…

Sarah Jones

 

2 comentários

Deixe um comentário
  • Manu, muito obrigada! Espero te ver sempre por aqui. As histórias são uma forma gostosa de escrever, de relembrar e estar perto das pessoas e principalmente de criar personagens e poder fazer com eles o que bem entender, dar inicios, meios e fins iguais ou diferentes daquilo vivenciado.
    Beijo enorme

  • Babis! Dei muita risada!!! Boas lembranças!!! kkkkkk
    Que delícia você nos presentear com esse blog.
    Sim, pelo menos pra mim, que estou tão longe, é um grande presente. Será um enorme prazer poder vir aqui pra te “ouvir falar”. E você tem muita, muita coisa bacana a dizer.
    Te amo, babis.
    Boa sorte, do fundo do meu coração.
    Manu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.