AVC: não deixe que seja você!

Você conhece os fatores de risco que causam um AVC? Sabe como agir diante de uma pessoa que está tendo um derrame ? Leia o texto e se informe, pois, com as atitudes adequadas, 90% dos casos podem ser evitados.

O Dia Mundial de Combate ao AVC, comemorado no dia 29 de outubro, foi criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2006, em parceria com a Federação Mundial de Neurologia. Esse dia tem a finalidade de conscientizar as pessoas sobre as formas de prevenção dessa doença que é uma das principais causas de mortalidade no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. (dizem ser a segunda causa de morte e a primeira de incapacidade – acho importante verificar e ressaltar)

O AVC (Acidente Vascular Cerebral) – também é conhecido popularmente como derrame – acontece quando há uma obstrução nos vasos sanguíneos presentes no cérebro. (aqui tem que verificar direito, pois tem o AVC hemorrágico e o isquêmico, que é o mais comum – eu tive o misto, ou seja, ambos. Acho que um deles é a obstrução e o outro há um rompimento) Informações recentes do estudo Global Burden of Diseases (Carga Global de Doenças) demonstraram que o risco de um AVC ao longo da vida é de uma em cada quatro pessoas.

Eu fui uma das vítimas: aos 37 anos, sofri uma trombose e um acidente vascular cerebral. Fiquei hospitalizada por mais de 15 dias e tive lesões no lado esquerdo do cérebro, na área de linguagem. De acordo com as avaliações neuropsicológica e fonoaudiológica, tive déficit de linguagem oral e escrita, atenção, memória, raciocínio lógico e  performance executiva, ou seja, habilidades cognitivas. O tratamento foi reabilitação para recuperar essas habilidades, que durou um ano aproximadamente. E, por isso, nesse dia, minha preocupação é de informar e ajudar as pessoas na prevenção.

Segundo informações de uma pesquisa da Interstroke, cerca de 90% dos AVCs são associados a um pequeno número de fatores de risco facilmente abordados e evitados. Essas informações ressaltam o impacto potencial da compreensão pública do risco de AVC e da conscientização da prevenção.

Saiba quais são os principais fatores de risco associados ao AVC:

É preciso conhecer os fatores de risco associados ao AVC para promover ações preventivas. São eles:

  • Tabagismo
  • Diabetes
  • Álcool e drogas
  • Alimentação inadequada
  • Doenças do coração
  • Sedentarismo
  • Estresse
  • Obesidade
  • Alto índice de gordura no sangue
  • Hipertensão arterial

Além desses, ainda existe o fator genético de propensão ao AVC. Isso quer dizer que quanto mais fatores, maior a predisposição a ocorrência.

Como já foi apontado, um dos principais fatores de risco do AVC é o estresse, que aumenta em até duas vezes o risco de AVC e em até três vezes o risco de infarto. Isso acontece, porque situações estressantes provocam uma produção excessiva de glóbulos brancos no organismo. Essas células fazem parte do sistema imunológico de um indivíduo e, quando em excesso, podem se acumular nas paredes das artérias, reduzindo o fluxo sanguíneo e favorecendo a formação de coágulos. Dessa maneira, eleva o risco de doenças cardiovasculares.

O estresse faz mal ao cérebro, ou seja, quantidades excessivas do hormônio cortisol prejudicam os neurônios e causa redução na liberação de dopamina no sistema de recompensa e a morte de neurônios. Com isso, os prazeres e a motivação desaparecem. Então, cuide da sua mente e do seu estado emocional: busque formas de relaxar, de aumentar o bem-estar e as emoções positivas, opções de lazer, faça pausas durante o trabalho, cultive os relacionamentos, dê risadas, medite, pratique exercícios físicos.

E o principal: em qualquer sinal de um AVC, procure auxílio médico imediatamente ou chame o SAMU!

Aprenda a identificar os sintomas:

Além disso,  é importante para a conscientização aprender a identificar se uma pessoa está tendo um AVC, como publicou a Rede Brasil AVC por meio do material abaixo:

Quando identificados esses sintomas, o tempo de socorro e atendimento hospitalar  é primordial  no que diz respeito às sequelas e morte. Por isso, essas dicas podem salvar muitas vidas e permitir maiores chances de reabilitação e recuperação.

O assunto é tão sério que até as crianças podem e devem ser educadas para identificar esses sinais como mostra essa campanha super interessante da Fast Heroes:

Participe da Campanha Nacional de AVC virtual 2020 no Brasil

Agora que você entendeu a importância da prevenção e a seriedade do assunto, participe da Campanha Nacional de AVC que acontece de 26 a 29 de outubro e será totalmente on-line. A programação completa e mais informações você encontra no site:

http://www.redebrasilavc.org.br/campanha-mundial-de-avc-no-brasil/

Como juntar-se ao Movimento? Participe da Cadeia Mundial de Dança

O foco da campanha deste ano promovida pela World Stroke Organization e representada no Brasil pela Rede Brasil AVC será na atividade física. O sedentarismo tem um risco atribuível para o AVC de 36% e a atividade física, idealmente 30 minutos por dia, cinco vezes por semana, reduz esse risco.

Então, junte-se ao Movimento e faça parte da maior cadeia mundial de dança pelo Dia Mundial do AVC:

Etapa 1:  Mostre seus movimentos mais divertidos! Monte uma sequência de dança com quatro movimentos de dança. Você pode usar o seu próprio passo de dança, inspirar-se na cultura de dança local ou usar os movimentos da nossa campanha para começar.

Etapa 2: Faça um vídeo de sua coreografia de dança em seu celular.

Etapa 3:  Compartilhe seu vídeo de dança nas redes sociais marcando três amigos com esta mensagem. Aceitei o desafio de dança @WStrokeCampaign para aumentar a conscientização sobre a prevenção do AVC.  Comece sua dança com meu último movimento, adicione três de seus próprios movimentos e marque 3 amigos ao compartilhar, desafiando-os para que façam o mesmo! #1in4 #JoinTheMovement www.worldstrokecampaign.org

AVC: NÃO DEIXE QUE SEJA VOCÊ!

Um comentário

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.