Autocobrança e liderança exigente

Ser muito exigente consigo mesmo, em muitos casos, não é uma atitude positiva para a sua saúde emocional e mental. Ao invés de você estar se auto aperfeiçoando, na verdade, a autocobrança excessiva é uma forma de se depreciar, que pode trazer consequências negativas para todas as áreas da sua vida, desde relacionamentos, carreira e até saúde física.

Se você é uma pessoa com autocrítica em excesso, está propensa a se sentir mais ansiosa e deprimida. Afinal, nunca está satisfeita com suas conquistas e tem um padrão muito alto, acredita que “não é boa o suficiente” ou que “nada está tão bom quanto poderia ficar”.

Além disso, está sempre diminuindo a sua autoestima e se comparado. Porém, quando você se compara com outras pessoas, as coisas pioram ainda mais, pois a “régua” se eleva e ficam cada vez mais inalcançáveis os objetivos. Então, isso gera um baita sentimento de frustração, não é mesmo? 😞

Se você se identificou com esse texto, chegou o momento de virar o jogo e começar a se valorizar e se amar ou buscar auxílio profissional. Todos nós somos imperfeitos e merecemos ser feliz. 🤗

👉 Para te ajudar nessa caminhada, separamos algumas dicas para você:

  • Trabalhe a auto aceitação para abraçar quem você realmente é;
  • Reconheça e respeite os seus limites;
  • Faça um planejamento e divida os objetivos em pequenas metas, reconheça e comemore a conquista de cada uma dessas metas;
  • Invista em terapia e conte com a ajuda de um profissional para aumentar a sua autoconfiança e enfrentar os desafios com mais leveza;
  • Trate a si mesmo como um amigo. Somos todos imperfeitos, por isso seja gentil e ame-se, em primeiro lugar.
Muitas vezes somos mais exigentes e críticos com nós mesmos do que com os outros. Por isso é importante reconhecer os sentimentos, pensar de forma diferente em relação a si, comemorar as pequenas conquistas, se valorizar e ser gentil consigo mesmo, ter autocompaixão.  A autocompaixão é aceitar-se, amar-se, respeitar-se, aliviar o sofrimento e a dor tratando-se como um amigo e não como um inimigo. No lugar da auto crítica, da auto exigência e depreciação , que tal exercitar o amor próprio e o acolhimento?
Uma pergunta para você refletir do impacto disso no âmbito organizacional. Se você é  um líder exigente com a sua equipe : será que é positivo ou negativo?

Saiba que uma má gestão é o principal motivo dos colaboradores pedirem demissão e isso ocorre porque o líder, além de ser um exemplo, é peça fundamental para o desenvolvimento, incentivo e alcance de resultados dos colaboradores da equipe. Dessa forma, ter um bom líder impacta no clima organizacional da empresa, na lucratividade e no bem-estar dos colaboradores.

Por outro lado, a liderança também precisa de colaboradores engajados, comprometidos e empenhados em fazer o seu melhor. Afinal, a maior exigência vem do mercado ou de níveis hierárquicos superiores. Então, é preciso ter um equilíbrio e uma abordagem adequada para repassar os resultados desejados e instruir, capacitar e motivar o colaborador para que ele possa fazer o seu melhor. É importante pensar sobre a possibilidade de melhoria no relacionamento entre líder e liderado, alinhar as expectativas e expor as dificuldade junto à liderança.

O entendimento do perfil comportamental, dos talentos e motivadores das pessoas da equipe é importante para que seja feito um processo de recrutamento e seleção adequado, sobretudo com o do líder. Além do fato de ter uma equipe mais coesa, engajada e de extrair o melhor de cada um.  O primeiro passo é esse: implementar, capacitar e incentivar, pois o feedback e treinamentos comportamentais são excelentes alternativas para obter resultados positivos e melhorar o clima organizacional.

Nós aqui da Meus Miolos realizamos análises de perfil comportamental, o Assessment Alfa e ainda treinamentos comportamentais. Será que o momento de experimentar algo novo e melhorar os seus níveis de autocobrança ou o engajamento da sua equipe? Entre em contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.