marca

1
O que é autoeficácia e como promovê-la
2
Pratique o autocuidado
3
Conheça as suas forças e virtudes
4
Tempo, tempo…. encontre o seu tempo
5
O que é auto-hipnose e como ela pode ajudar
6
Exagero nas compras ou na alimentação durante a quarentena. O que fazer?
7
Competências fundamentais para o enfrentamento da crise
8
Terapia online é eficaz?
9
Se for para ter uma crise, que seja de riso!
10
Como manter a produtividade trabalhando em casa

O que é autoeficácia e como promovê-la

Você já duvidou da sua capacidade em concretizar seus sonhos e projetos? Já se sentir insuficiente ou incapaz de realizar as metas propostas?

Em alguns momentos é natural sentirmos dificuldade em definir objetivos e agir para conquistar sucesso em um futuro próximo.  Então,  é importante ter conhecimento sobre o que é a autoeficácia e como desenvolvê-la em prol dos nossos objetivos.

A autoeficácia é a característica que nos estimula a alcançar um determinado objetivo, a atingir a alta performance e obter resultados cada vez melhores, é o que acreditamos sobre a nossa capacidade de realizar metas. O conceito vem da teoria social cognitiva, criada pelo professor da Universidade de Standford Albert Pandura. Então, autoeficácia é o julgamento que cada pessoa faz da própria capacidade em realizar ações específicas. Segundo ele, a crença nas próprias capacidades podem influenciar as pessoas emocionalmente e motivá-las a concretizar ou não. Afeta a forma como o individuo pensa, sente e se comporta. Leia Mais

Pratique o autocuidado

Autocuidado é olhar para si com carinho e gentileza, prestar atenção e destinar um tempo para fazer coisas e cuidar de si mesmo, aumentando o seu bem estar físico e emocional. E, acima de tudo, está ligado a respeitar seu momento e suas limitações, aceitar suas escolhas e amar a si mesmo. A autoestima e o autocuidado andam lado a lado.

O autocuidado tem relação com as suas prioridades, necessidades e desejos, e não com um padrão imposto por uma massa da sociedade. Em meio à correria diária e diante de situações como essa da pandemia, os desafios aumentam,  a quantidade de demandas é tanta que,  por vezes, negligenciamos a nós mesmos. Porém, encontrar um tempo e realizar pequenas pausas e um olhar amoroso para si, nutrir nosso corpo e nossa mente oferecem diversos benefícios para nossa saúde física e mental. Além disso, investir no autocuidado é uma maneira inteligente de melhorar diversos aspectos da vida e de ser mais feliz. Leia Mais

Conheça as suas forças e virtudes

 

A Psicologia positiva é um movimento dentro da psicologia iniciado no ano 2.000 por Martin Seligman, com a proposta de focar e observar os fatores positivos das pessoas.  Foram realizados diversos estudos sobre o bem-estar e sobre o que faz com que o ser humano tenha mais bem-estar e felicidade, funcionando como um incentivo para que outras  pessoas alcancem satisfação na vida.

A psicologia positiva divide-se em três grandes áreas de estudo: as emoções positivas, as características individuais positivas e as instituições positivas

Os psicólogos Martin Seligman e Christofer Peterson acreditavam que os seres humanos tem a possibilidade de escolher viver uma vida com foco nos aspectos positivos, e foi a partir disso que eles decidiram se aprofundar mais nos estudos para entender a melhor versão do ser humano. Os autores sugerem que essas virtudes possivelmente tem um componente biológico e nos ajuda a atingir a excelência ao lidar com as adversidades e desafios, constituindo um aspecto importante na evolução humana. Então, eles identificaram seis virtudes universais, comuns entre pessoas das mais diversas religiões, tradições, etnias,  filosofias e culturas e vinte e quatro forças de caráter, considerados fatores psicológicos que definem as virtudes. Este estudo foi publicado em 2.004.

Cada pessoa tem uma personalidade única, definidas pelas forças pessoais ou de caráter.  As forças de caráter  são características individuais positivas que, quando colocadas em prática, contribuem consideravelmente para o desenvolvimento do indivíduo. É importante entender que as vinte e quatro forças de caráter são os caminhos para atingir essas virtudes.

Segundo Martin Seligman, considerado o pai da psicologia positiva, só é possível ser feliz plenamente quando descobrimos e vivenciamos as nossas forças no dia a dia e em todas as esferas da vida.

As seis virtudes universais encontradas são:

  • Sabedoria
  • Coragem
  • Humanidade
  • Justiça
  • Temperança
  • Transcendência

A cada uma dessas virtudes estão  associados grupos de forças de caráter, que são apresentadas a seguir: Leia Mais

Tempo, tempo…. encontre o seu tempo

Segundo o filósofo Sêneca, “o tempo é uma coisa imaterial que não aparece aos olhos e, por essa razão, é muito pouco valorizado”.

Tempo é um recurso escasso ou abundante, depende do significado e como é usado por cada indivíduo. Porém, não podemos negar que é um recurso fundamental e entregue igualmente para todos, não é renovável, nem recuperável ou substituível.

Existem diversas interpretações do tempo, depende do viés, que pode ser político, histórico, filosófico ou subjetivo.

O valor do tempo está relacionado com a relação entre o esforço e o impacto, e ocasiona uma certa pressão, sobretudo quando são consideradas atividades remuneradas e não remuneradas.

São várias as maneiras de utilizar o tempo de forma  eficaz: estabelecimento de metas, planejamento de tarefas, elaboração de listas, organização da rotina, priorização, entre outras formas de otimizar o tempo.

Tudo isso depende dos valores, objetivos pessoais e do contexto. A autoconsciência em relação ao tempo nos possibilita encontrar maneiras de melhor utilizá-lo.

Sempre é tempo para fazer o que deseja, seja recomeçar ou se reinventar. Qualquer situação ou adversidade nos permite abrir novas portas, conhecer novos lugares, novas pessoas, reformular sonhos, criar novas estratégias, executar planos, recolher para reflexão. Leia Mais

O que é auto-hipnose e como ela pode ajudar

Se você está desejando alcançar o seu peso ideal, melhorar as suas habilidades no trabalho, a sua concentração e foco para estudar, pensando em dormir melhor ou até mesmo mudar o estilo de vida, este post é pra você!

Muitas vezes nos comprometemos com mudanças, mas temos dificuldades em concretizá-las, e                                       continuamos sofrendo com ansiedade, estresse, pânico, depressão, insônia, falta de entusiasmo e motivação, falta de autoconfiança, medos ou desequilíbrio emocional.

O forte impacto emocional sofrido atualmente nesse período de pandemia e quarentena ocasiona sentimentos e atitudes diversas, que podem ser o medo de contrair a doença, solidão, tédio, acessos de raiva, ataques de pânico e desespero, desesperança, estresse, entre outros, comprometendo a nossa saúde mental. Quanto maior o nível de estresse, menor é a nossa imunidade e maiores são as nossas chances de adoecer.

Com a hipnose é possível ter controle sobre a mente inconsciente, o que nos possibilita o aumento da imunidade, a diminuição do estresse e as chances de  estresse pós traumático, sobretudo quando essa pandemia e isolamento social terminarem. Portanto, você pode exercer o controle sobre a sua mente e fazer dela sua maior aliada com a ajuda da hipnose, que cria uma conexão direta com a mente inconsciente e com a sabedoria interna, gerando percepções e mudança de padrões de comportamento.

O nosso consciente, muitas vezes, cria obstáculos que nos impedem de agir por motivos como medo ou insegurança, e a auto-hipnose pode nos ajudar a enfrentar esses desafios. Além de medos e fobias, a ansiedade também pode ser aliviada, controlando os pensamentos em nossa mente.

A auto-hipnose é uma eficiente ferramenta para nos auxilia em situações que nos causam medo, ansiedade, estresse, fobias e também para estimular a conquista de resultados e abundância em nossa vida. Por ser uma técnica de fácil aplicação, oferece diversos benefícios e é considerada bastante eficaz. Existem técnicas de auto-hipnose que ajudam a mudar e reprogramar padrões e hábitos,  comportamentos, pensamentos ou sentimentos disfuncionais. E não tem tanto mistério assim, é simples de aplicar e pode ser feito em casa. Leia Mais

Exagero nas compras ou na alimentação durante a quarentena. O que fazer?

As emoções são sensações que sinalizam algo bom, prazeroso, ruim, desafiador e também nos advertem sobre um perigo e mostram como nos sentimos ou reagimos diante das situações. Envolvem reações orgânicas, bioquímicas e comportamentais. Os hormônios e neurotransmissores fabricados pelo nosso corpo condicionam  os nossos comportamentos e até o nosso humor. As  nossas emoções e sentimentos, ou seja, a maneira como interpretamos tais emoções, influenciam nossos comportamentos. Sentimentos e atitudes caminham lado a lado.

O hábito de consumir exageradamente algo, seja um alimento ou compras  são ocasionados por algum desequilíbrio emocional,  ou seja, para aliviar estados emocionais negativos como ansiedade, angústia, estresse ou para obter prazer, recompensa. São atitudes que geram prazer imediato, mas o pior  é que depois gera um sentimento de culpa, ressentimento ou insatisfação. Então, conhecer estratégias adaptativas para lidar com essas emoções pode ser a melhor solução. Leia Mais

Competências fundamentais para o enfrentamento da crise

Com a pandemia se alastrando  pelo país, muitas pessoas temem perder o emprego e a renda. “Quais são as habilidades e competências fundamentais para os profissionais enfrentarem a crise e continuarem no mercado?”, é uma pergunta recorrente. Nos últimos 100 anos o Brasil não enfrentou nada similar, na qual a humanidade lida com algo desta magnitude. Diante disso, uma coisa é certa: o coronavírus mudou e vai transformar ainda mais as formas de se trabalhar e os modelos de negócios. Ainda assim, a história prova que o homem é um ser capaz de se adaptar.

É hora de todos se desenvolverem e de se reinventarem. A partir de agora, há uma necessidade diferente das empresas e dos consumidores. Por isso, os profissionais e empresários precisam se adequar a essa nova dinâmica de trabalho. Adotar novos hábitos, desenvolver novas competências, comunicar-se assertivamente, adequar os modelos de negócios e de gestão, da infraestrutura e a relação com as tecnologias, tornou-se fundamental a partir de agora.

A crise, de proporção global, surpreendeu empresas dos mais diversos tamanhos e setores. A conjuntura atual exige novas maneiras de pensar e de se comunicar no ambiente corporativo. Surgem  demandas por novas formas de trabalho como intranets empresariais, ferramentas de conferência online,  plataformas colaborativas. Além disso, a situação atual exige uma adequação das empresas, da maneira de vender e de entregar produtos e serviços. É a disrupção do ambiente físico para o digital. O mundo já mudou! Leia Mais

Terapia online é eficaz?

Em tempos de novas dinâmicas de trabalho, aumentou consideravelmente a quantidade de pessoas trabalhando em home office e realizando diversos tipos de reuniões e atendimentos online. Dessa forma, a comunicação à distância se transformou em algo comum hoje, e possivelmente daqui pra frente.

Os desafios de realizar uma comunicação eficiente e que gere resultados semelhantes aos encontros presenciais faz parte desse novo cenário. Os encontros virtuais, sejam eles atendimentos, reuniões ou negociações podem ser realizados de diversas maneiras: por telefone, por meio de videoconferências ou videochamadas, utilizando diversas plataformas digitais.

E então, será que terapia funciona quando realizada online? Será que a eficácia é semelhante daquela realizada presencialmente?

Essa é uma dúvida que tem permeado diversos clientes, sobretudo acostumados com o atendimento presencial, por isso eu resolvi escrever esse post para esclarecer sobre o funcionamento e também comentar um pouco sobre as vantagens e desvantagens. Leia Mais

Se for para ter uma crise, que seja de riso!

O riso é libertador, o riso é contagioso, rir é o melhor remédio! São inúmeros os benefícios do riso para nossa saúde física, emocional, para os relacionamentos e para enfrentar os desafios com resiliência.

Podemos dizer que o riso tem poder de cura, pois quando rimos e gargalhamos por um determinado tempo, produzimos ou estimulamos a produção de uma série de neurotransmissores, que são hormônios do prazer e do bem-estar, como serotonina. Uma boa gargalhada causa relaxamento, com a liberação de endorfinas na corrente sanguínea.

Além disso, a risada oxigena o corpo e a mente, ou seja, movimenta todo o corpo, iniciando pelo cérebro, proporcionando mais energia e vigor. O riso movimenta cerca de 40 músculos da face, cabeça e pescoço e auxilia no equilíbrio interno do organismo, proporcionando tanto vitalidade quanto relaxamento.

O riso conecta as pessoas, é uma maneira de tornar os relacionamentos mais profundos e verdadeiros. O humor reforça os laços de amizade, quando rimos junto com outras pessoas, o vínculo aumenta. Isso ocorre como se fosse uma sinalização biológica de que é o ambiente é seguro e propício. Sendo possível realizar online. Além disso, estamos propensos a rir mais quando em contato com outras pessoas, porém nada impede que pratiquemos a meditação do riso, que é realizada sozinha.

É possível rir em meio à uma crise?
Saiba que é possível aumentar os estímulos positivos, a alegria e o ânimo, mesmo em tempos de isolamento. Leia Mais

Como manter a produtividade trabalhando em casa

A vida de qualquer pessoa muda drasticamente diante de uma situação dessas que estamos vivendo de pandemia. Na verdade, a vida da sociedade está mudando. É um momento de preparo para um novo mundo, mais dinâmico, mais VUCA (acrônimo para volatility, uncertainty, complexity and ambiguity – no português, volátil, incerto, complexo e ambíguo).

No mundo corporativo, trabalhar em home office virou a realidade de grande parte dos profissionais e alguns problemas podem se potencializar, como por exemplo as dificuldades de gerenciamento das atividades e do tempo, a baixa produtividade e a falta de motivação.

Porém não podemos confundir home office com day off, ou seja, um dia de folga. Num dia de folga, as pessoas ficam de pijama , tomam café enquanto escrevem e leem os e-mails , almoçam e tiram um cochilo depois… e lá se foi um dia de trabalho com baixíssima produtividade. Com o trabalho realizado à distância torna-se mais difícil controlar as ações e os resultados dos funcionários, o que exige um alinhamento maior entre os colegas da equipe e seus líderes.

Essa é a hora das pessoas, sobretudo quando funcionários de uma empresa, demonstrarem ainda mais responsabilidade, autonomia, disciplina, resiliência e comprometimento. Duas características são essenciais para dar certo: confiança e colaboração. Se não existe confiança, aumenta a necessidade de controlar, o que demanda tempo e gera estresse para ambas as partes. Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.