Cuidado: a indiferença causa desmotivação e queda nos resultados.

indiferença

Você sabia que a indiferença é um dos piores sentimentos? Pois é, e quando ele é encontrado de forma constante no ambiente de trabalho pode ser mais danoso ainda.

A indiferença é um misto de desprezo com desdenho. É como se a outra pessoa nem existisse ou ainda que ela exista, mas como se tudo que ela fizesse não tivesse importância alguma: o que ela diz não é ouvido, o que ela comunica não é respondido ou sequer considerado…..  Isso desmotiva qualquer ser humano, por mais automotivado que ele seja.

A ausência de feedback e a falta de retorno do líder é visto como uma não adequação ou mesmo um desprezo pela pessoa e, sem essa comunicação torna-se difícil entender o que está acontecendo, quais são as expectativas ou ainda a razão da falta de interesse pelo trabalho da pessoa. Pessoas valorizadas produzem mais e assumem mais responsabilidades.

Não cumprimentar as pessoas na hora que você chega ao trabalho, não olhar diretamente para os olhos e fingir que todos ou alguns são invisíveis é um erro e tanto, sobretudo quando se trata de gestores.

Por menor interesse que o gestor tenha no assunto ou por menos tempo que tenha disponível, o mínimo que ele deve fazer é prestar atenção ao que o colaborador ou o par tem a dizer, ouví-lo e dar uma resposta, um feedback para que o indivíduo sinta-se confortável no ambiente. Esse é um dos fatores mais importantes para a motivação das pessoas e para os colaboradores se sentirem bem e com vontade de trabalhar em tal empresa.

A indiferença duradoura dentro do ambiente de trabalho, além de desmotivação gera a redução da produtividade, dos resultados e do engajamento do colaborador, podendo causar um isolamento e consequentemente a síndrome de burnout, que é o mais alto nível de stress.

desmotivação

Esse tipo de atitude pode gerar consequentemente outras emoções negativas como raiva, apatia, exaustão, sensação de ter a energia sugada. Nas empresas, quando os profissionais estão apáticos e desanimados, é sinal importante de que a equipe está desmotivada. A indiferença também  gera impacto na retenção de colaboradores de confiança, de líderes, de talentos, de sócios que poderiam contribuir e realizar um excelente trabalho. Nota zero para a indiferença e falta de consideração.

É preciso criar um ambiente de trabalho agradável e que proporcione bem-estar. Falar, informar, conversar, explicar, olhar nos olhos, entender e dar exemplos: assim é possível engajar e motivar os colaboradores e reter talentos.

Então preste atenção à sua equipe, aos seus pares, aos colaboradores de sua empresa…. se estão desmotivados no trabalho, pois isso pode ter um preço bem alto.

Chega um momento em que todos aqueles que são tratados com descaso, com indiferença e quando a sua presença  não é valorizada, tendem a ir embora, a sair de tal situação. A conduta organizacional da indiferença resulta na seguinte situação: parte dos colaboradores, mesmo decepcionados e desmotivados, por algum motivo permanecerão na empresa, porém com baixíssima produtividade e contribuindo com uma cultura desmotivadora e de insatisfação. A outra metade buscará novas oportunidades no mercado.

Sabe o que é pior?  É perceptível que a indiferença tem ganhado espaço em várias áreas da vida e nas relações entre os seres humanos. Quanto mais centrados em nós mesmos e ausentes, ou dissociados do mundo ao nosso redor, quanto menos conscientes dos nossos propósitos e da necessidade da conexão, do envolvimento com outras pessoas, mais indiferentes nos tornamos.

A impressão que tenho é que falta atenção, dedicação, empatia e sentimentos positivos, de coletividade dentro das organizações e na sociedade. Nisso, perde o colaborador, perde o líder, perde o cliente e muito mais perde a empresa, o país.

resultados negativos2

Essa dor é sentida principalmente com a queda dos resultados, da lucratividade e muitas vezes a situação é imperceptível aos olhos dos gestores ou donos da empresa.  Isso está refletido nas atitudes da liderança, ou seja, uma liderança aberta, participativa e transparente contamina a empresa inteira com essa postura. E o contrário também é verdadeiro.

Uma pesquisa na qual foram entrevistados executivos de diferentes setores constatou que 68% dos clientes param de fazer negócio com as empresas quando sentem-se tratados  com indiferença. Quando o colaborador ou o gestor sente-se desvalorizado, indiferente na empresa, o cliente fatalmente terá a mesma sensação. Ou seja, o tratamento interno reflete no tratamento ao público externo.

Você já parou para prestar atenção nisso?

Já parou para prestar atenção e dedicar um tempo a ouvir, a responder, a valorizar os colaboradores de sua equipe, seus pares, seus sócios? Percebe a importância?

Cuidado: o que pode não parecer uma prioridade para você, pode acabar com o seu negócio.

A melhor notícia é que existe uma solução para mudar esse quadro de indiferença.

engajamento

Seguem 6 dicas:

– Passe um dia trabalhando no mesmo ambiente dos seus colaboradores para que eles percebam que você é acessível e está ali para ajudar, contribuir;

– Peça opinião, se importe, olhe nos olhos, dê atenção;

– Crie o hábito de dar feedback´s, ao menos de maneira informal;

– Ouça o que o colaborador ou colega tem a dizer, participe das reuniões e discussões ativamente;

– Dedique parte do tempo do seu dia para interagir com as pessoas, para responder às solicitações;

– Palavras de incentivo ou um simples telefonema no dia do aniversário podem transformar um ambiente.

– Os programa anti-stress e os processos de  Coaching auxiliam os líderes a identificarem problemas relacionados ao stress, à apatia e à desmotivação para então desenvolverem habilidades, competências e adequarem seus comportamentos em relação à equipe, aos pares e aos colegas, para que esses profissionais assumam uma postura mais positiva e motivada em relação a si mesmos, ao trabalho e à vida como um todo. Essas práticas positivas levam o grupo a sentir-se importante, engajado e sempre motivado a ir além.

engajamento1

 

2 comentários

Deixe um comentário
  • E pessimo conviver com pessoas que só fica desfazendo do trabalho do outro,trabalhei muito tempo em um ambiente assim,só não desisti porque sabia quem eu era,meu companheiro de trabalho sempre me prejudicava, para eu não ter nenhum prestigio no grupo, escondia os produtos para eu não saber onde esta, quando alguem vinha buscar os produtos produzidos eu não sabia onde estava,então ele dizia para todos não peça nada ao ( fulano ) ele não sabe de nada, assim foi desprezado entre os colegas de trabalho, ate que a firma mudou e fiquei livre do tal.

  • Realmente tudo muito importante .Principalmente no que tange ao cliente.Se você entra em uma loja e os vendedores fingem que não vêem você, é péssimo e dá vontade de sair e não voltar mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.