Arquivo - junho 2017

1
Como ter altos índices de responsabilidade e ser mais realizador(a).
2
O stress e o impacto na produtividade do indivíduo nas organizações.

Como ter altos índices de responsabilidade e ser mais realizador(a).

DSC_3564

Hoje o papo aqui é comprometimento, autorresponsabilidade, accountability. Essas três palavras não são necessariamente sinônimos, porém acredito que se complementem, estão interligadas.

Uma das habilidades mais valorizadas no mercado de trabalho e dentro das empresas é o comprometimento, essencial para um bom profissional. Pessoas comprometidas fazem o seu melhor todos os dias, possuem o tal “sentimento ou espírito de dono”, se responsabilizam por suas ações.

Accountability é como se fosse uma responsabilidade global, como por exemplo um líder que é responsável pelos seus resultados, pelos seus atos e por seus subordinados ou pais que são responsáveis pelas suas atitudes e pelo comportamento dos filhos crianças.

  • O que faz uma pessoa sair simplesmente do que é obrigada a fazer e fazer o algo mais, acontecer?

– O propósito de vida bem claro e o autoconhecimento;

– Quando a pessoa percebe o impacto que a sua ação pode gerar nos outros, seja negativo ou positivo, pode motivá-la a agir de maneira mais proativa;

– Quando houver uma maior consciência por parte da pessoa que quando um ganha, o outro também pode ganhar e não necessariamente o sujeito que ganha está “dando rasteira ou pernada” em alguém.

Existem muitas crenças culturais envolvidas nesse contexto e é importante confrontá-las, questioná-las, para que você não seja apenas mais uma vítima da sociedade……

E quais seriam algumas ações para se tornar mais comprometido, autorresponsável ou desenvolver a habilidade de accountability? Leia Mais

O stress e o impacto na produtividade do indivíduo nas organizações.

DSC_4130

Num primeiro momento, o melhor é compreender o conceito de stress e como ele pode ser positivo ou negativo e o impacto que, vivenciado de forma negativa, gera na produtividade do profissional e consequentemente nas organizações.

Quando nos sentimos ameaçados, nosso organismo desencadeia uma série de reações ao mesmo tempo. Esse processo caracteriza o stress.

O estresse pode ser definido como um estado antecipado ou real de ameaça ao equilíbrio do organismo e a reação do mesmo, que visa restabelecer o equilíbrio através de um complexo conjunto de respostas fisiológicas e comportamentais. A manutenção deste estado de equilíbrio, homeostase, é essencial para a vida e é constantemente desafiado por forças internas ou externas”.( Antônio Waldo Zuardi ).

Os principais sistemas do corpo trabalham em conjunto para oferecer uma das defesas mais poderosas e sofisticadas do organismo humano: a reação ao stress ou reação de luta/fuga. Ajuda-nos a reagir diante de uma emergência e a lidar com mudanças. Para isso, ela reúne cérebro, glândulas, hormônios, sistema imunológico, coração, sangue e pulmões. Leia Mais

Copyright © 2014-2017. Desenvolvido por Atlas Design.